Social

VÍDEO: Advogado pega táxi, estranha mau cheiro e fica surpreso ao achar três jabutis no porta-malas

Condutor disse que estava se livrando dos bichos ‘para filha casar’; história viralizou nas redes sociais

Um advogado viveu uma situação inusitada ao pegar um táxi em Belém, no Pará, na quinta-feira (21), para ir ao trabalho. Fernando Gurjão Sampaio, de 44 anos, estranhou o mau cheiro que vinha do porta-malas do veículo e se surpreendeu ao descobrir o que era transportado pelo taxista: três jabutis (veja no vídeo abaixo).

O advogado contou em postagem no Twitter que decidiu gravar um vídeo, pois se contasse ninguém iria acreditar. Ele disse que ao entrar no veículo, por volta das 8h, estranhou o forte cheiro no veículo, que tinha aparência de novo. Intrigado, ele conferiu os próprios sapatos para ver se tinha pisado em cocô. Como não achou nada, decidiu perguntar ao motorista se tinha algo errado e recebeu a resposta:

“Sabe o que é, dotô [sic], é que tenho três jabutis, e sempre escutei aquele ditado, que ‘casa onde tem jabuti, filha não casa’, e eu já estou nervoso que minha filha tá ficando velha e nada de sair de casa. Achei melhor me livrar dos jabutis, por precaução”, escreveu o advogado.

Sampaio questionou o taxista sobre o destino dos animais e ele disse que os levaria para o Batalhão Ambiental. “Já falei lá... eles vão cuidar e dar destinação pra eles, mas estou sentido, sabe? Crio eles desde que eram novinhos, vi eles crescendo, mas não dá mais, quero que minha filha case!”, respondeu o condutor.

Foi quando o advogado tirou fotos e gravou vídeos dos animais e postou no Twitter. A publicação já teve quase 70 mil curtidas.

Dono se explicou

Em entrevista ao site UOL, o taxista Nazareno Melo Duarte, de 51 anos, contou que os bichos têm 15 anos e ele os cria desde o nascimento. Segundo ele, foi uma brincadeira o que ele disse sobre se livrar dos jabutis para que a filha casasse, já que a menina tem namorado e nem imaginava o que estava acontecendo.

“É claro que quero que minha filha case com alguém que a ame e que ela ame. Ela é minha única filha e eu quero ter netos. Mas eu falei brincando”, esclareceu.

O taxista contou que o motivo real de estar transportando os animais era que eles não estavam mais adaptados ao seu lar, já que cresceram demais. Assim, ele tentou entregá-los ao Parque Zoobotânico Mangal das Garças, no centro histórico de Belém, mas foi orientado a procurar a Semas (Secretaria de Estado de Meio Ambiente), para onde ele seguiu com os jabutis.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos