Social

Casal entra em uma grande briga para decidir qual sobrenome o filho terá

Enquanto anteriormente eles concordaram que o filho receberia o sobrenome do pai, a mãe agora insiste que seja o sobrenome dela.

Representação

Um homem está em constante discussão com sua esposa desde que passaram a tentar decidir o nome do filho. Segundo ele, a mulher sabia desde antes do casamento que ele desejava dar aos filhos o seu sobrenome, mas agora ela voltou atrás em sua decisão.

Publicando sua história no Reddit, o homem conta que logo no início do namoro ele e sua atual esposa decidiram conversar sobre suas perspectivas para o futuro. “Estamos juntos há 9 anos e casados há 7. Agora, após diversas tentativas, estamos esperando nosso primeiro filho”.

“Quando completamos 3 meses de namoro, sentamos juntos e conversamos sobre nossos planos para o futuro. Um dos problemas era que ela não queria morar na cidade e queria manter seu sobrenome. Na época eu morava no centro da cidade e queria um parceiro que levasse meu sobrenome”, conta o homem.

Ele então revela entender as percepções da mulher sobre o tema, mas ainda assim ama o sobrenome e gostaria de poder passá-lo para os filhos. “Pensei sobre isso e concordei com as decisões dela, desde que nossos filhos levassem o meu sobrenome. Ela aceitou”.

Ela mudou de opinião

Após dois meses, o casal decidiu iniciar uma vida juntos e permanecem desta forma desde então. Como a questão do sobrenome era extremamente importante para ele, ele montou um “contrato improvisado” e a fez assinar.

“Sei que não tem validade legal, mas era um gesto simbólico para mim, para mostrar a ela o quanto isso era importante”, conta o homem que afirma guardar o “contrato” desde então.

No entanto, ele se surpreendeu enquanto escolhiam os nomes do bebê e ele recebeu um veto pois “o nome não combinava com o sobrenome dela”.

“Fiquei confuso e disse a ela que concordamos que seria o meu sobrenome. Ela disse que pensou sobre o assunto e afirmou que nossos filhos teriam o sobrenome dela, pois ela gostou e queria passar a eles. Ela também disse que eu deveria mudar o meu sobrenome para o dela”.

Leia também: Ele afirma que filha não deveria ter engravidado: ‘Ela quer que eu crie o bebê’

“Eu retomei a discussão e falei para ela que discutimos isso anos atrás e que ela se comprometeu com essa decisão. Ela continuou insistindo que era uma decisão ultrapassada e eu saí de casa para trabalhar. Eu não quero deixá-la pois a amo e estamos juntos há anos, mas me senti traído com a postura dela. Ela me disse que eu só posso voltar para casa quando parar de ser estúpido. Sou errado em defender minha opinião?”, questiona o homem.

Para os usuários da plataforma, ele precisa tentar ver a situação pela perspectiva da esposa: “Acho importante considerar o lado dela. O que você está sentindo é válido, mas os sentimentos dela também são. Acho que a melhor solução seria colocar o sobrenome dos dois”, afirmou um usuário.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos