Social

Ele recebeu uma resposta inesperada após colocar um aviso sobre cocô de cachorro

Cansado de lidar com as fezes de animais constantemente deixadas na frente de sua casa, ele decidiu colocar um aviso em seu quintal.

Um homem irritado decidiu tentar solucionar seu problema com pessoas que deixam fezes de seus cachorro na frente de sua casa ao passear com os animais. Cansado de se deparar com os dejetos indesejados, ele decidiu deixar um aviso para os donos e acabou recebendo uma resposta indesejada.

Conforme a publicação realizada pelo The Mirror, a história foi compartilhada por meio de uma postagem feita no Reddit. O homem flagrou o aviso na casa de seu vizinho ao passear com seu cachorro e decidiu compartilhar o resultado com os demais usuários da plataforma.

Na placa é possível ler os dizeres: “Por favor, limpe o cocô do seu animal de estimação. A quem possa interessar, temos suas imagens em nossas câmeras de segurança. Da próxima vez que seu animal de estimação fizer cocô em nosso quintal, vamos agir. Obrigada por pegar o cocô do seu cachorro”.

Ele não recebeu a resposta esperada

Respondendo o aviso deixado pelo homem, uma pessoa anônima escreveu a mão: “Não tenho um cachorro, mas estou cansado desse seu aviso dramático”.

Apesar de algumas pessoas acharem o aviso algo extremamente rude, outras se divertiram com a postura do homem e se identificaram: “Concordo totalmente com o aviso original. Não é pedir muito que as pessoas limpem a sujeira de seus próprios cachorros”, comentou uma pessoa.

Leia também: Mãe exige que filho doe seu cão e se surpreende com a atitude do adolescente

“Sempre fazem isso na minha rua! Eles pegam suas sujeitas e colocam na borda da lata de lixo, não dentro dela. Várias pessoas fazem isso e algumas vezes colocam as sacolas até mesmo na base das árvores”, comentou outra.

“Parece que eles colocaram a câmera especificamente para inibir os passeadores de cães e que chamarão a polícia caso alguém não recolha o cocô. Algumas pessoas são obcecadas pela frente de suas casas e esperam que os outros tenham as mesmas preocupações”, afirmou outra.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos