Social

Tatuagem memorial ‘incomum’ causa uma grande briga entre irmãs

As mulheres tiveram uma grande discussão por conta da arte escolhida para homenagear seu cachorro que morreu no último ano.

Tatuagem temporária

Uma jovem se viu em uma situação completamente inesperada quando decidiu compartilhar com seus familiares a arte da tatuagem que fará em homenagem ao seu cachorro, morto no último ano.

A jovem decidiu compartilhar sua história no Reddit, onde explicou em detalhes o ocorrido. Segundo ela, seus pais e irmã não tem problemas com tatuagens, mas ao verem a arte escolhida por ela todos foram completamente contra.

“No ano passado nós precisamos nos despedir do nosso cachorro, quero homenageá-lo com uma tatuagem, mas minha ideia é um pouco diferente das tatuagens memórias que vemos por aí”, conta a jovem.

Em seu relato ela explica que o desenho, feito por ela, é composto de um crânio de cachorro com amoras descendo ao redor das bochechas e rodeado por margaridas. “Ela gostava de comer as amoras silvestres e adorava correr em gramados com margaridas”.

Ela então decidiu compartilhar a ideia quando a irmã foi visitá-los acompanhada do namorado. “Mencionei a tatuagem e eles estavam felizes por eu pensar em fazer isso”.

Tudo mudou quando eles viram o desenho

Diante da reação de sua irmã, que a princípio apoiou a tatuagem, ela decidiu revelar sua ideia para o desenho, mas tudo mudou assim que o esboço foi revelado.

“Minha irmã começou a gritar comigo e falou que isso é mórbido e desrespeitoso, que eu deveria honrar a vida do cachorro e não sua morte, a menos que eu estivesse feliz por ela”, conta a mulher.

Na discussão que seguiu, as irmãs se viram em um intenso embate, com a jovem sendo acusada de “odiar” e “nunca ter cuidado” de seu cachorro. “Ela insistiu que eu deveria mudar a tatuagem e que eu nunca tinha feito algo bom pelo nosso cachorro para ser a primeira pessoa a tatuá-la”.

Assim como a irmã, os demais presentes também reforçaram que a tatuagem era “mórbida e estranha”, mas os pais repreenderam a filha mais velha por conta das acusações feitas para a mais nova.

Leia também: Tatuagem memorial é motivo pode levar um casal ao divórcio

“Eu me levantei e disse para eles superarem isso e reforcei que não estava feliz por meu cachorro ter morrido e que o amo mesmo que não esteja mais entre nós. Eu ainda amo a minha ideia de tatuagem e estou planejando seguir em frente”, conta a jovem que, em seguida explica algumas outras coisas.

“Sou autista e sei que tenho uma perspectiva diferente sobre a morte, e um pouco incomum também. É difícil pra mim processar o luto de uma forma ‘normal’ como os outros”.

Para os usuários do Reddit, a jovem está correta em seguir com sua ideia já que é o corpo dela e a forma como ela lida com a morte. “É uma homenagem ao fato de que amor e mortalidade estão entrelaçados. A morte não acaba com o amor. É o seu corpo, sua tatuagem memorial, faça o que você desejar”, afirmou uma pessoa.

“Siga em frente se for o seu desejo, mas prepare-se para ouvir sobre isso por toda a vida”, comentou outra.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos