Social

Divorciado, homem processa enteado para ressarcir dinheiro que gastou com ele

Ação na Justiça pedia o equivalente a cerca de R$ 27 mil como compensação

Um homem entrou na Justiça, na China, pedindo de volta todo dinheiro que gastou com seu ex-enteado durante a adolescência do rapaz, segundo noticia publicada no South China Morning Post.

O homem foi identificado apenas como Tang e se casou com a mãe do garoto em 2009, quando ele tinha apenas 10 anos. O casal ficou junto até 2021, quando resolveu se divorciar. Três meses após o divórcio, Tang entrou na Justiça para que o jovem o ressarcisse do dinheiro gasto com sua educação durante todos esses anos.

Na ação judicial, Tang pede uma compensação de 35.200 yuans (cerca de R$ 26 mil) para compensar tudo que gastou para a educação e alimentação do garoto pelos últimos 10 anos.

A notícia revoltou os usuários da rede social chinesa Weibo, que criticaram duramente o homem por seu egoísmo e mesquinhez com seu ex-enteado que agora tem 20 anos, mas não tem condições econômicas de arcar com custos feitos na Justiça.

Felizmente, um tribunal local rejeitou o processo de Tang, afirmando que o dinheiro gasto por ele foi feito de forma voluntária, e por isso não deveria receber nenhuma forma de retribuição.

LEIA TAMBÉM: Trabalhador de supermercado revela inusitada atitude de ‘clientes preguiçosos’ que deixa toda a ‘equipe enlouquecida’

Morto por boatos

Um advogado de 31 anos foi espancado e queimado ainda vivo na comunidade de Papatlazolco, no interior do México. Daniel Picazo foi acusado de tentar sequestrar uma criança e, após um boato se espalhar, acabou morto. No entanto, conforme o jornal local “El Universal”, ele estava apenas passeando pela cidade como turista.

Moradores enfurecidos com os boatos que passaram a circular pelo WhatsApp acabaram abordando Picazo na rua, que foi espancado e, em seguida, queimado ainda vivo com gasolina.

Pode interessar também:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos