Social

Ex-morador de rua Givaldo Alves retoma seu perfil deletado com 474 mil seguidores

Perfil @givaldoalves_brasil voltou a funcionar nesta quarta-feira

O perfil @givaldoalves_brasil, que havia sido retirado do ar pelo Instagram, voltou a funcionar nesta quarta-feira. Este é o principal canal do ex-morador de rua Givaldo Alves, e havia sido deletado após ataques de grupos feministas.

Ontem, a Justiça havia marcado uma audiência de conciliação entre o ex-mendigo e os representantes da plataforma social, que seria no próximo dia 17. Na ação movida pelos advogados de Givaldo, ele pedia a reativação da plataforma e uma compensação de R$ 6 mil a título de danos morais.

Agora, além dessa conta no Instagram, com 474 mil seguidores, o ex-morador de rua tem ainda uma conta no TikTok, com 762,5 mil seguidores e uma conta no Youtube, recém-lançada, com pouco mais de 8 mil inscritos.

Givaldo ficou famoso após o episódio do flagrante do marido enquanto fazia sexo com a esposa dele no carro, em Planaltina. No dia, ele foi surrado pelo marido e ficou 9 dias internado em um hospital da cidade. Desde que saiu, sua vida mudou completamente e ele virou celebridade nas redes sociais, sendo convidado para festas, eventos e desfilando com carros importados, passeando de helicóptero ou mesmo em uma lancha.

LEIA TAMBÉM: ‘Eu sou o rei do mundo’: ex-morador de rua Givaldo Alves passeia de lancha

Mas ele ainda tem que responder pela acusação de abuso sexual contra Sandra Mara Fernandes, a mulher flagrada com ele no carro. Segundo o marido dela, ela estava em surto psicótico e não tinha condições de discernir a fantasia da realidade e o morador de rua se aproveitou de sua fragilidade emocional.

Givaldo negou que tenha cometido abuso e disse que foi chamado por ela para entrar no carro e fazer sexo. Disse ainda que não tinha condições saber se ela estava em surto psicótico.

Sandra ficou internada por várias semanas em hospital psiquiátrico, onde verificou-se que ela tinha transtorno afetivo bipolar. Depois que recebeu alta, ela entrou na Justiça pedindo que o ex-morador de rua pare de falar dela nas redes sociais.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos