Social

Mulher de 54 anos ganha indenização de mais de 140 mil reais depois que o chefe a insultou com comentários sobre menopausa

Caso aconteceu em 2020 na Inglaterra.

Uma mulher de 54 anos ganhou indenização de mais de 140 mil reais (cerca de 20 mil libras) depois que o chefe a insultou com comentários sobre menopausa.

Como detalhado pelo site The Mirror, o chefe gritou e disse que ela ‘deve estar na menopausa’ no trabalho.

A situação aconteceu em uma empresa de alimentos para animais de estimação na Inglaterra, onde Leigh Best, então com 52 anos, trabalhava como assistente de vendas, segundo um tribunal trabalhista.

A justiça disse que ele “fez comentários inapropriados e depreciativos sobre sua idade e observações, relevantes para seu sexo como mulher, relacionadas à sua percepção ou ‘suposição’ de que ela pode estar na menopausa ou apresentar sintomas estereotipados da menopausa”.

O tribunal descobriu que ele fez isso mesmo depois que Best deixou claro que ela não queria falar sobre isso.

Uma mulher de 54 anos ganha indenização de mais de 140 mil reais depois que o chefe a insultou com comentários sobre menopausa

Depois do ocorrido, ela chegou a fazer uma reclamação sobre o caso, mas que acabou não tendo efeito.

Em maio de 2020, ela foi demitida por comunicação ‘rude’ e ‘confrontacional’ com colegas de trabalho e gerentes - uma decisão que ela recorreu sem sucesso.

No entanto, o tribunal decidiu que ela havia sido demitida por levantar suas preocupações com a Covid (já que a empresa funcionou durante a pandemia) e depois vitimada por reclamar do comportamento do chefe pelo caso.

Ainda de acordo com as informações, o tribunal afirmou: “O senhor invadiu a privacidade da reclamante, abordou um assunto altamente sensível para ela e agiu sem tato ao perguntar diretamente a ela, como funcionária com a característica protegida do sexo como mulher, se ela estava na menopausa”.

Com informações do site The Mirror

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos