Social

Jovem de 16 anos é morta após romper noivado; conheça a história de Sila Sentürk

A jovem teria sido morta por seu ex-companheiro após se recusar a retomar o noivado, rompido por ela e sua família 3 meses atrás.

Ela foi morta após romper o noivado

A jovem Sila Sentürk, de 16 anos, foi morta de forma brutal após romper o noivado e se recusar a retomar o relacionamento com Hüseyin Can Gökçek, de 21 anos. No momento do crime, a jovem acompanhava sua avó em casa enquanto a idosa se recuperava de um AVC.

Conforme informações divulgadas pela CNN Turquia, Hüseyin foi preso pela polícia no aeroporto da cidade enquanto tentava fugir do local. Após a prisão, o homem se recusou a falar sobre o crime, mas a polícia descobriu uma extensa ficha de antecedentes.

Sila foi morta após se recusar a retomar o noivado

Sila e Hüseyin se conheceram pela internet no último ano e, após algum tempo, o jovem saiu de sua cidade, Ancara, para conhecer a família de Sila em Giresun. Na ocasião, os jovens firmaram um compromisso de noivado, com apoio da família da garota.

No entanto, o relacionamento chegou ao fim depois que Hüseyin sequestrou sua jovem noiva e foi preso por “abuso sexual infantil” e “sequestro de uma criança” após denúncia da família dela.

A jovem estava sobre proteção do Estado

Após a denúncia feita pelos familiares de Sila, Hüseyin foi preso, mas liberado para aguardar o processo em liberdade depois que a família da jovem retirou a queixa.

Ao sair da prisão, o rapaz tentou se reconciliar com a jovem por diversas vezes, mas em todas foi recusado. Diante disso, ele passou a ameaçá-la, fazendo com que Sila fosse colocada sob proteção do Estado.

A garota foi levada para um programa de proteção à mulher, mas deixou o abrigo após a solicitação de sua família com a intenção de acompanhar sua avó, que sofreu um AVC recentemente.

Leia também: Após passar 30 anos na prisão ela conseguiu provar sua inocência

Quando soube que a jovem havia retornado para Giresun, Hüseyin saiu de sua cidade e foi procurar por Sila pessoalmente. Ao encontrá-la e ser novamente dispensado, o rapaz teria utilizado uma faca para assassiná-la em frente a sua avó.

A idosa, que é surda-muda, buscou auxílio dos vizinhos, mas quando as equipes de emergência chegaram ao local já encontraram Sila sem vida.

Hüseyin foi preso pelas autoridades em um aeroporto local, onde tentava desesperadamente deixar o estado. Ele segue preso e deverá responder pelo assassinato da jovem.

Confira:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos