Social

Filha desaparecida de prefeito é encontrada morta

A menina de 12 anos foi localizada morta e com sinais de tortura apenas algumas horas após seus familiares reportarem o desaparecimento à polícia.

Homem é inocentado pelo assassinato da mãe

Uma menina de 12 anos foi encontrada morta apenas algumas horas depois que sua família reportou o desaparecimento à polícia. A adolescente, que era filha do prefeito da cidade, foi localizada com sinais de tortura, gerando indignação na população local.

Conforme a notícia divulgada pelo Meganoticias, o caso chocante aconteceu em Xoxocotla, na região de Veracruz, México.

A adolescente era filha de Magdaleno Juárez Pérez, prefeito do município. Relatos iniciais apontam que a menina foi localizada próxima a um rio, na região das Serras Altas, pouco tempo depois de a polícia ser informada sobre seu desaparecimento.

Moradores da região relataram que a adolescente foi sequestrada na madrugada do dia 28 de dezembro de 2021, após assistir a uma festa organizada por seu pai como forma de comemorar a entrega do relatório de gestão governamental.

Investigação em andamento

Com a localização do corpo da adolescente, Cuitláhuac García, governador de Veracruz, se comprometeu a solucionar o caso, contando com a colaboração da Justiça Estadual. Em pronunciamento, ele declarou que evidências importantes podem auxiliar na localização dos autores do crime.

Segundo pronunciamento de García, a identificação e captura dos responsáveis está próxima de acontecer.

Além do corpo da menina, um Corsa branco foi localizado nas proximidades. Em seu interior, testemunhas informam que foi encontrado um homem inconsciente e com sinais de espancamento. Ele foi resgatado com vida e levado para atendimento hospitalar.

Confira também:

Diante da confirmação da morte da menina, autoridades do país se pronunciaram publicamente para prestar suas condolências.

“Envio minhas condolências ao conterrâneo prefeito. Confio que as autoridades competentes estão fazendo seu trabalho para que este ato condenável não fique impune”, declarou Itzel Domínguez, deputado federal do município de Zongolica.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos