Social

Influenciadora sobre uso de máscara: “Isso não protege absolutamente ninguém”

A postagem irritou os usuários nas redes sociais e foi replicada em outros perfis. Entenda a polêmica

“Vocês me veem aqui em todos os lugares aglomerando. Já tive a doença, já tomei as duas vacinas. Acho um absurdo ainda ser cobrado máscara. A máscara fica caindo toda hora, isso não protege absolutamente ninguém. Já foi mais do que comprovado. Eu leio sobre isso todo santo dia. Você coloca a máscara, sobe dois degraus no restaurante por exemplo, que eu vou aqui em Vitória, coitado, é exigência para eles.  [...] Que coerência que tem nisso?”. Foi com essa declaração que uma influenciadora inflamou os usuários das redes sociais.

“A melhor parte é ela falando que está mais que comprovado a ineficácia da máscara! 🤦🏼‍♀️🤦🏼‍♀️🤦🏼‍♀️ aonde, fia?”, comentou uma usuária no Instagram. “Onde essa senhora vive e o que ela lê que diz que a máscara não protege? E se cai é pq ela usa máscara de péssima qualidade”, escreveu outra seguidora do perfil Desinfluencer (@desin.fluencer).

A mulher começa o vídeo falando que vai retomar um assunto já iniciado com seus seguidores: a aglomeração no show de Claudia Leitte, realizado no último dia 27, no Espaço das Américas, localizado na Zona Oeste de São Paulo.

“A respeito do show da Claudia Leitte [...] Desde ontem, a gente está tendo uma discussão super saudável, [...] toda hora tá vindo uma enxurrada de gente vindo falar aqui comigo. Estão totalmente de acordo com o que eu disse, entenderam totalmente o que eu falei, outras pessoas discordam. Eu acho super legal isso. Gente, eu tenho problema zero com pessoas pensarem diferente, eu só quero que as pessoas pensem”

A influenciadora digital foi identificada pelos usuários do Instagram como sendo Nanda Portella (@nandaportella). O Metro World News Brasil entrou em contato através de email com a influenciadora, mas até o fechamento deste texto, não obtivemos uma resposta formal. Nanda Portella, tem mais de 310 mil seguidores e mantém sua conta no Instagram fechada atualmente.

“Meu problema é com quem não pensa. Quem pensa diferente de mim eu acho maravilhoso. E quando a gente tem uma discussão saudável eu acho tão gostoso, sabe?”. Sobre o que eu falei ontem, é que eu não vejo problema nenhum, e estou sendo zero hipócrita, de ter show, de ter aglomeração. Não escondo isso de ninguém. A vida é de cada um, cada um sabe o que faz da sua própria vida”, disse a influenciadora.

Leia mais

Uso de máscaras e eficácia

Vários estudos publicados desde que a pandemia da Covid-19 começou comprovaram e continuam comprovando a eficácia do uso de máscaras para evitar o contágio. O Metro World News reuniu alguns destes principais estudos.

Um estudo publicado na Science em julho concluiu que se a pessoa está infectada com o coronavírus, a máscara reduz a emissão e disseminação do vírus. Em outra situação, se a pessoa está em contato com alguém infectado, a máscara faz uma barreira, reduzindo a inalação do vírus respiratório transportado pelo ar.

Outro estudo, publicado na revista The Lancet em janeiro, constatou que um aumento de 10% no uso de máscaras foi associado a uma probabilidade de mais de três vezes nas chances de manter a taxa de transmissão (Rt) abaixo de 1. Ou seja, a máscara evita que o vírus se espalhe, reduzindo o ritmo de contágio de uma comunidade.

Por último, outra pesquisa publicada na revista The Lancet em maio, foi feita em Barcelona avaliando o risco de transmissão da Covid-19 em um show de música ao vivo em espaço aberto, ocorrido em dezembro de 2020. Todos os 465 participantes do estudo fizeram testes e usaram máscaras N95. Segundo o autor da pesquisa, o cientista Josep Llibre disse: “Nosso estudo fornece evidências precoces de que eventos de música podem ocorrer sem aumentar o risco de transmissão quando medidas abrangentes de segurança estão em vigor, mas é importante que nossas descobertas sejam consideradas à luz da situação na Espanha na época – quando os casos não eram altos e muitas restrições estavam em vigor. Como resultado, nosso estudo não significa necessariamente que todos os eventos de massa são seguros.”

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos