Social

Ele ficou surpreso ao descobrir a verdade sobre uma pedra guardada em sua casa

Quando achou a pedra ele não sabia que estava levando para casa uma parte da história da humanidade.

A pedra, que pesa aproximadamente 17 quilos, tem idade estimada em 4,6 bilhões de anos

David Hole não tinha ideia sobre as origens da pedra quando a levou para casa por achá-la ‘estranha’. Somente anos depois ele descobriu que, além de rara, a pedra coletada por ele tem um valor inestimável.

Conforme a publicação feita pelo The Mirror, David encontrou a pedra enquanto procurava por ouro e decidiu levá-la para casa por considerar uma pedra interessante.

Quando fez a descoberta, em 2015, o homem buscava por pepitas de ouro em argila amarela no Parque Regional de Maryborough, perto de Melbourne, na Austrália. O lugar é famoso por ter sido palco da corrida do ouro australiana durante o século XIX.

Em entrevista ao The Sydney Morning Herald, David conta que pensou que a pedra pudesse ter uma pepita de ouro em seu interior, e por tal motivo decidiu levá-la para casa, onde tentou abri-la sem sucesso. Apesar de sua tentativa frustrada, ele deixou a pedra em um canto pelos seis anos seguintes.

Ele fez uma descoberta incrível sobre a pedra

Após levar a pedra ao Museu de Melbourne, David ficou chocado ao descobrir que sua pedra é na verdade um meteorito que pousou na Austrália depois de uma longa viagem espacial.

Dermot Henry, geólogo do museu, explicou que em seus 37 anos de carreira encontrou apenas dois meteoritos genuínos como aquele.

“Este é apenas o 17º meteorito encontrado em Victoria, enquanto milhares de pepitas de ouro foram encontradas. Olhando para a cadeia de eventos, pode-se dizer que é astronômico ele não ter sido descoberto antes”.

Confira também:

“Ele tem uma aparência esculpida e com covinhas. Isso se forma quando eles vêm pela atmosfera. Eles estão derretendo por fora e a atmosfera os esculpe. Os meteoritos fornecem a forma mais barata de exploração espacial. Eles nos transportam de volta no tempo, fornecendo pistas sobre a idade, formação e química do nosso Sistema Solar”.

A estimativa dos pesquisadores é de que o meteorito descoberto por David tenha cerca de 4,6 bilhões de anos. A análise de datação por carbono coloca seu tempo estimado na Terra entre 100 e 1000 anos atrás, sendo que vários casos de meteoros caindo na Terra sendo registrados nos últimos 150 anos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos