Social

Menino morre após celular ‘explodir’ e atear fogo em suas roupas

Ele estava utilizando o celular para assistir uma aula enquanto o aparelho carregava.

Representação

Um estudante da quinta série morreu depois que seu telefone celular explodiu enquanto carregava. Ele estava assistindo uma aula online e usava o aparelho plugado no carregador.

Conforme publicação feita pelo The Mirror, o menino estava assistindo a aula quando o telefone explodiu e incendiou suas roupas. A informação foi divulgada pelas autoridades vietnamitas.

O menino, que teve a identidade preservada, estava assistindo as aulas em sua casa, na província de Nghe An, devido as restrições por conta do Covid. Ele frequentava a quinta série na Escola Primária. De acordo com a mídia local, no momento da explosão o garoto estava assistindo as aulas pelo celular utilizando o fone de ouvido e o carregador do aparelho.

Ao perceber o ocorrido, os vizinhos socorreram o menino e o levaram para o hospital, mas ele faleceu na mesma noite em decorrência dos ferimentos causados na explosão. Não foram divulgadas informações sobre o fabricante e o modelo do celular bem como se o cabo utilizado para carregar o aparelho estava em boas condições de uso.

O estudante morreu após uma explosão em seu celular incendiar suas roupas

Le Trung Son, oficial da educação no país, confirmou as informações disponibilizadas e informou que as autoridades estão prestando assistência a família do estudante. A polícia local está investigando o caso, porém, conforme informado pela mídia local, a família não deseja que o incidente seja investigado.

Outro caso parecido aconteceu na Índia, quando um estudante universitário de 18 anos morreu depois de sua cama pegar fogo após seu celular explodir enquanto estava conectado ao carregador. De acordo com a mídia local, o estudante faleceu devido as queimaduras pois não conseguiu escapar do incêndio.

Confira também:

Já em Glasgow, Andrew Granger alegou que seu aparelho celular explodiu apenas algumas semanas depois de ter sido comprado. Ele disse ter deixado o telefone cair no chão após sentir que o aparelho estava queimando sua mão.

O aparelho teria explodido e incendiado as cortinas de sua casa, forçando o homem a acionar os serviços de emergência. Felizmente, ele não se feriu no incidente.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos