logo
Social
Representação / RawpixelRepresentação / Rawpixel
Social 13/09/2021

Menina nasce com menos de 1 Kg e desafia expectativas médicas ao sobreviver

Ela agora se formou no jardim de infância e segue para o ensino fundamental.

Após Darcey Glegg nascer pesando menos de 1 Kg, seus pais não sabiam ao certo se ela iria sobreviver. A pequena nasceu três meses antes da data prevista para o parto e precisou ser mantida viva dentro de um saco plástico para sanduiche enquanto os médicos do Royal Oldham Hospital, em Manchester, cuidavam se sua saúde.

Segundo o The Mirror, Darcey completou 5 anos de idade desafiando as probabilidades médicas e agora se prepara para começar os estudos no ensino fundamental.

A pequena, que nasceu em setembro de 2016 após uma cesariana de emergência, passou 64 dias no hospital antes de poder voltar para casa na companhia de seus pais.

Após ter contrariado todas as expectativas, a garotinha agora se prepara para começar a frequentar o ensino fundamental. Sua mãe, Gill Glegg, de 50 anos, está orgulhosa da filha caçula.

“Ela era tão pequenininha naquele saquinho de sanduíche, eu não sabia se ela ia aguentar. Mas agora ela desafiou as probabilidades e está perfeitamente saudável. É emocionante vê-la entrar na escola”, declarou Gill.

Darcey nasceu com menos de 1 Kg e foi mantida viva em um saco para sanduíches

Na época em que soube da gravidez, Gill e seu parceiro na época, Mark Moscrop, se surpreenderam. “Fui um pouco chocante, mas adorável”, declarou Gill que também é mãe de Karl, 30, Olivia, 20 anos, e Jack de 18.

A gravidez de Darcey foi tranquila até que na 28ª semana ela descobriu que sua bebê não estava recebendo sangue suficiente além de uma anomalia na placenta. Ela foi levada às pressas para uma cesariana de emergência.

“Foi assustador. Não me deram muita esperança de que ela sobreviveria. Mas ela começou a chorar”, declarou Gill.

Confira também:

Darcey passou os primeiros meses de vida na UTI Neotanal e somente em dezembro recebeu alta e pode voltar para casa.

A pequena acabou de se formar no jardim da infância e agora começará a cursar o ensino fundamental. “Eu já tenho todo o uniforme dela pronto. É uma loucura ela estar indo para a escola. Ainda lembro de ter olhado o corpo minúsculo dela em uma incubadora”.

A garotinha garante que está animada com a ideia de ir para a escola. “Estou muito animada para começar a escola. Mal posso esperar para ir brincar com outras crianças”, disse Darcey.  

Médicos não deixaram a mãe ter contato com seu bebê recém-nascido

Outro envolvendo recém-nascidos lutando pela sobrevivência aconteceu recentemente no México.

Conforme notícia divulgada pelo portal Nova Mulher, uma mãe está acusando a equipe médica de ter deixado o filho cair logo após o parto.

Ela só teve acesso a criança após 7 dias do nascimento o que os médicos alegaram ter sido um “protocolo contra Covid-19” e se espantou ao ver a criança com diversos hematomas na cabeça.