logo
Social
Representação / RawpixelRepresentação / Rawpixel
Social 10/09/2021

Navio contêiner encalha novamente no Canal de Suez

O Canal de Suez foi bloqueado pela segunda vez após um novo barco encalhar no local impedindo parcialmente a entrada de novas embarcações.

Pela segunda vez neste ano um navio de contêiner encalhou no Canal de Suez bloqueando parcialmente a entrada de embarcações no local. Conforme divulgado pela mídia egípcia o navio ficou preso próximo ao ponto de 54km do canal.

Conforme notícia divulgada pelo Metro UK, as autoridades do Canal de Suez foram forçadas a suspender temporariamente a navegação em parte do canal. Este bloqueio parcial foi necessário para seguir com os procedimentos que permitiram desencalhar o navio que estava travado no local.

Como resultado do bloqueio, quatro navios tiveram que se desviados para uma faixa separada, permitindo sua navegação.

Segundo divulgado pela Sky News Arabia, o navio encalhado foi reflutuado com sucesso e pouco tempo depois o canal foi reaberto afastando temores de uma nova crise como a ocorrida mais cedo neste ano.

Canal de Suez volta a ser bloqueado devido a um navio encalhado

O navio envolvido no incidente era o Coral Crystal, um graneleiro com bandeira do Panamá. A embarcação possui aproximadamente 224 metros de comprimento e 31 metros de largura. Ele seguia em direção a Port Sudan, no Mar Vermelho.

Os rebocadores do canal conseguiram reflutuar a embarcação, que transporta uma carga de 43.000 toneladas.

Em março deste ano outro incidente bloqueou o Canal de Suez. O navio Ever Given, um dos maiores porta-contêineres existentes, ficou preso no canal por seis dias, fazendo com que o transporte marítimo mundial se tornasse caótico.

Confira também:

O incidente causou bilhões de prejuízo às empresas, visto que as mercadorias embarcadas não podiam ser enviadas para seu destino.

Foram necessárias diversas equipes de especialistas que trabalharam incansavelmente ao longo de uma semana para desencalhar a embarcação. Durante o processo um trabalhador de resgate morreu.

Conforme informado pelas autoridades responsáveis pelo canal, um projeto de bilhões de dólares para alargar as seções do canal já está em andamento, a esperança é que este projeto ajude a evitar que novos navios voltem a encalhar e bloquear totalmente o canal.