logo
Social
Representação / Imagem: RawpixelRepresentação / Imagem: Rawpixel
Social 01/09/2021

Porquinha entra como dama de honra no casamento de sua tutora

A dama de honra inusitada tirou completamente a atenção da noiva e divertiu convidados.

Hannah Devine, de 25 anos, casou-se com Glenn Devine, 28, em junho deste ano. O casamento contou com a participação especial de seu animal de estimação, uma porquinha de 20 meses chamada Babe.

Segundo o Metro Uk, a decisão de incluir Babe entre as damas de honra do casamento aconteceu após o casal descobrir que alguns dos convidados não poderiam viajar da Inglaterra para a comparecer a cerimônia realizada na Holanda.

“Com o coronavírus tornando tudo mais difícil, decidimos que queríamos que o nosso casamento fosse apenas sobre nós, já que nossa família e amigos da Inglaterra não podiam viajar com os regulamentos da época”, disse Hannah.

Ela ainda conta que o casamento contou com a participação dos parentes e amigos que moram na Holanda. “Nós comemoramos com nossa família e amigos na Holanda e o papel de Babe naquele dia significou que ela poderia preencher os espaços de todos que não poderiam estar lá”.

A porquinha fez um grande sucesso e posou para fotos junto com os noivos.

Porquinha foi a dama de honra do casamento

“Dizer que ela fez um bom trabalho é eufemismo, ela estava tão calma durante as fotos e nos ouviu perfeitamente”, afirmou Hannah.

Apesar de confiar no animal, o casal também e preparou para caso a situação fugisse do controle. “Preparamos algumas guloseimas de framboesa para ela caso algo desse errado, mas felizmente o grande dia não foi um daqueles em que ela fingiu estar morrendo de fome e comeu ‘como um porco’, desculpe o trocadilho”.

Hannah também disse que Babe se divertiu muito ao longo do dia, tendo recebido os mais diversos tipos de guloseima tanto de seus tutores quanto dos convidados. Ela até mesmo chegou a ir para cama mais cedo.

Confira também:

O casal optou por comprar um porco porque estavam procurando um animal de estimação que se encaixasse em suas agendas agitadas, descartando assim animais mais tradicionais como cães e gatos.

“Glenn e eu conversamos muito sobre conseguir um cachorro, mas com nossas agendas de trabalho ocupadas decidimos que não era possível. Em nossa primeira visita à fazenda, fizemos um depósito para um leitão que chegaria seis semanas depois, mas recebemos uma ligação mais cedo do que o esperado. Ela tinha um pequeno leitão de uma ninhada anterior que precisava de um lar”, conta Hannah.

Babe agora tem uma vida luxuosa. “Ela é como uma criança mimada. Na maioria das vezes, nós a descreveríamos melhor como doce, dramática e um pouco como a ‘garotinha da mamãe’”.

“Ela nunca falha em manter um sorriso no nosso rosto, não poderíamos ter imaginado o nosso casamento sem ela”, finalizou a tutora.