Social

Homem é preso após estrangular e comer pedaços do corpo de sua própria mãe

O canibal também é acusado de alimentar os cães com pedaços de carne humana.

homem come pedaços do corpo de sua mãe

Foi condenado a 15 anos e cinco meses de prisão o homem que assassinou e comeu partes do corpo da própria mãe. Alberto Sánchez Gómez, de 28 anos, estrangulou Maria Soledad Gómez, 60 anos, e a desmembrou de maneira brutal. Conforme noticiado pelo The Mirror , ele também foi acusado de comer pedaços do corpo desmembrado, além de alimentar seu cachorro com carne humana.

De acordo com as informações divulgadas na mídia espanhola, o crime aconteceu após uma discussão entre Gómez e sua mãe, que já possuía uma ordem de restrição contra o filho. A polícia encontrou os restos mortais da mulher espalhados pela casa e em alguns recipientes de plástico.

A polícia de Madrid chegou até a residência após um amigo de Maria acioná-los por estar preocupado com o bem-estar dela.

Pedaços do corpo foram utilizados para alimentar animais

Quando chegaram a cena do crime, a polícia localizou partes dos restos mortais em recipientes plásticos na geladeira e ossos em gavetas espalhadas pela casa. A cabeça, mãos e coração foram encontrados na cama.

Relatórios divulgados na época apontaram que o corpo foi desmembrado e dividido em mais de 1000 pedaços. Quando questionado sobre a situação da mãe, Gómez disse “Sim, minha mãe está aqui, morta”. Ele também informou que utilizava pedaços do corpo para alimentar seu cachorro.

Confira também:

  1. Após ganhar prêmio milionário na loteria, homem mata sua esposa e filha de 1 ano
  2. ‘Mãe do mal’ matou a própria filha de 3 anos
  3. Ladrão é capturado de forma inusitada
  4. ‘Ela deveria ser executada’ afirma irmã de milionário assassinado

A acusação apresentada antes do julgamento disse que o canibal utilizou uma serra de carpinteiro e facas de cozinha para desmembrar e cortar o corpo. Por este motivo o homem teve o acréscimo de 5 meses na pena total a ser cumprida.

Ele ainda tentou se defender alegando que havia sofrido um episódio psicótico que o levou a cometer o crime, fato que não foi acatado pelo tribunal.

Além da condenação, ele também deverá realizar o pagamento de 60.000 euros para seu irmão.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos