logo
Social
Foto: Reprodução / Foto: Reprodução /
Social 28/07/2021

[SUSTO] Fantasma é flagrado vagando pelas celas de uma prisão

A gerente da antiga cadeia de Cadeia de Bodmin fez uma foto do fantasma de uma mulher e disse “Quando a vi, eu senti que deveria parar, me virar e andar na outra direção”.

Dois fantasmas já foram vistos na Cadeia de Bodmin, no Reino Unido. Aqui estão suas histórias.

A Cadeia de Bodmin é uma construção de 1779 e foi construída na cidade de Bodmin, na Cornualha, no Reino Unido. Em 1927 a prisão foi desativada e hoje funciona como atração turística da cidade. Porém, o circuito interno de câmeras do local têm flagrado a presença de algo sobrenatural.

“Acho que é uma velha descrita como a bruxa frequentemente vista dentro das paredes da Cadeia de Bodmin. Ela não mora em um ponto, ela perambula pelos corredores”, disse Kirsten Honey, gerente do local, que relata ter visto o fantasma de uma velha perambulando pela prisão. “Outras pessoas a testemunharam e sentiram medo ou insegurança com ela – ela ressoa um sentimento muito desconfortável. Ela está extremamente agitada e mal-humorada e seria o tipo de mulher a evitar”, disse Kirsten.

Uma foto, feita durante uma ronda de rotina, na ala naval, que faz parte da área liberada para visitação turística, mostrou nitidamente o que a gerente constantemente havia relatado. “Acho que ela foi mantida na prisão por seus atos tempestuosos. Quando a vi, eu senti que deveria parar, me virar e andar na outra direção. A foto foi tirada durante nossa última ronda cerca de quatro meses atrás, na Ala Naval que faz parte de nossa atração e agora está aberta ao público”, explicou Kirsten.

Leia mais sobre histórias assustadoras:

Não é a primeira vez que um fantasma é visto na antiga prisão da Cornualha, onde as lendas contam ser o local mais assombrado do condado. Em 2018, o fantasma de um homem ciumento, que assassinou sua jovem pretendente depois que ela o largou, foi filmado por Tony Ferguson, que afirmou que pode “se comunicar com o outro lado”.

Ele disse que, na época, ele e sua esposa Bev garantiram que fossem os únicos visitantes na atração e capturaram muitos incidentes “sobrenaturais”, incluindo vozes fracas, estranhos fenômenos de voz eletrônica e orbes de luz voando pelos quartos. Tony acreditava que a ‘aparição’ capturada poderia ser a de William Hampton, o último homem a ser enforcado no condado.

William Hampton foi condenado por assassinato no tribunal de Bodmin em 24 de junho de 1909 e foi condenado à morte. Um mês antes ele estrangulou sua namorada Emily Tredea. Eles ficaram noivos em 1908, mas, alguns meses depois, depois que Emily teria dito que não iria mais ficar com William, ele a matou na casa de sua família.

O assassino entregou-se à polícia após fugir do local. Ele foi executado em 20 de julho de 1909 e se tornou a última pessoa da Cornualha a ser enforcada.