Covid-19: mulher sofre reação rara à doença e tem que amputar três dedos da mão

Por Brenno Quadros

Um idosa com Covid-19 teve que amputar três dedos das mãos após a doença deixá-los gangrenados.

Segundo o Extra, a italiana de 86 anos (que não teve a sua identidade revelada) testou positivo para o coronavírus em abril de 2020. Um relatório sobre o caso – considerado raro – foi publicado na revista médica ‘European Journal of Vascular and Endovascular Surgery’.

No documento, os especialistas afirmam que ela teve “gangrena seca no segundo, quarto e quinto dedos da mão direita”, um tipo de morte dos tecidos causada por falta de irrigação sanguínea.

VEJA MAIS:

Entretanto, pouco antes de ser infectada, a mulher havia sofrido com a síndrome coronariana aguda. Na ocasião, para prevenir a coagulação do sangue, ela recebeu uma prescrição de terapia antiplaquetária dupla.

Testes posteriores revelaram que a Covid-19 havia causado um bloqueio no fluxo sangúineo para os seus dedos, o que levou à gangrena, que foram amputados para evitar complicações futuras.

No relatório, os médicos se referiram a isso como um caso de "dedos covidais" e uma "manifestação vascular severa".

Loading...
Revisa el siguiente artículo