RJ: alvará falso que libertou traficante tinha erros de ortografia e nome de juíza errada

Por Brenno Quadros

A coluna de Ancelmo Gois no jornal O Globo informou que o traficante de armas João Filipe Barbieri usou um alvará de soltura falso para deixar a prisão no Rio de Janeiro.

Segundo a jornalista Ana Claudia Guimarães, editora do blog de Ancelmo, o documento falso foi enviado para a Secretaria de Administração Penitenciária  do estado através de uma conta pessoal do Gmail, e não não pelo e-mail oficial da Justiça Federal.

VEJA MAIS:

Para piorar as coisas, é possível identificar erros de pontuação, ortografia e concordância no documento – que também não estava assinado pela juíza da 8ª Vara Criminal (a responsável pelo caso), mas sim por uma juíza cível da Baixada Fluminense, na região metropolitana do Rio.

João Filipe Barbieri é enteado de Frederick Barieri, conhecido como 'O Senhor das Armas'. Ele havia sido condenado há 27 anos de prisão, acusado de integrar uma quadrilha que enviou milhares de fuzis para o Brasil escondidos dentro de aquecedores de piscina. Ele saiu pela porta da frente da prisão em Bangu, na zona oeste da cidade. Confira abaixo o documento:

alvara Reprodução / O Globo

Loading...
Revisa el siguiente artículo