logo
/ Reprodução / Pïaxabay / staffanekstrand / Reprodução / Pïaxabay / staffanekstrand
Social 26/10/2020

Mulheres são obrigadas a fazer exames genitais depois que bebê recém-nascido é abandonado em banheiro de aeroporto

Passageiras foram revistadas e tiveram exames ginecológicos feitos à força em um aeroporto do Catar depois que um bebê recém-nascido foi encontrado abandonado nos banheiros do terminal.

De acordo com o Metro Reino Unido, cerca de 13 australianas foram retiradas de um voo da Qatar Airways em 2 de outubro e levadas a ambulâncias na pista onde os médicos as esperavam para verificar se alguma das mulheres havia dado à luz recentemente.

Elas foram forçadas a tirar as roupas íntimas e passar por um exame médico invasivo antes de serem autorizadas a embarcar no aeroporto internacional de Hamad.

Confira mais notícias:

“Quando as mulheres voltaram, muitas delas, ou provavelmente todas, estavam perturbadas. Uma delas estava chorando, uma mulher mais jovem, e as pessoas não podiam acreditar no que tinha acontecido”, disse Wolfgang Babeck, que estava voltando para casa na Austrália no voo.

O Ministério das Relações Exteriores da Austrália descreveu a atitude como ofensiva e grosseiramente inadequada, chamando a atenção para a importância do consentimento e informação negados as passageiras.

A gerência do Aeroporto disse agradece “as preocupações e angústias expressas pelas passageiras australianas e que investigarão esses assuntos com autoridades e funcionários competentes”.

O bebê foi cuidado por assistentes médicos e sociais.