logo
/ Reprodução / Wikimedia Commons / Balcer
Social 30/09/2020

Homem que mantinha granada soviética ativa em casa é preso

Um homem de 30 anos que possuía uma granada soviética ativa em casa foi preso. O caso aconteceu na última segunda-feira na cidade de Santiago, capital do Chile.

Segundo a Rádio Bío-Bío, a procuradora de flagrante delito Nadia Mondiglio especificou que, após investigação realizada pela Promotoria de Narcóticos e Crime Organizado, foi possível constatar que se trata de “uma granada soviética em estado operacional”.

No processo realizado no prédio, também foram apreendidas drogas em pequenas quantidades. Com os autos recolhidos, formalizou-se a matéria pelo crime de posse de material de guerra.

“As penas para esse tipo de crime partem de prisão em grau mínimo a médio, ou seja, de 5 a 15 anos”, explicou. O tribunal fixou 100 dias para a investigação, período que ele deve cumprir a medida cautelar de prisão preventiva.