Social

Migrante dá à luz em helicóptero de resgate na Itália

Mulher estava sendo levada da ilha de Lampedusa até hospital na Sicília, mas parto ocorreu em meio à viagem

Uma migrante de nacionalidade não divulgada foi resgatada por um helicóptero de serviços de emergência na Itália. A mulher, que estava grávida, chegou ao continente europeu pela ilha de Lampedusa, situada no Mediterrâneo Central.

Ela, no entanto, entrou em trabalho de parto e não pôde esperar até o helicóptero chegar ao hospital. Nesta terça-feira (1º), seu bebê, um menino, nasceu enquanto voava nos ares italianos, em parto auxiliado por profissionais de saúde que participavam do resgate.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

LEIA MAIS:
1,4 milhão de alunos voltam às aulas nesta terça em Wuhan, China
Ed Sheeran anuncia nascimento da primeira filha

Tanto a mãe quanto o bebê estão internados no Hospital Cervello, em Palermo, capital da Sicília. A mulher ainda testou positivo para a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Autoridades sanitárias não divulgaram informações sobre o estado de saúde da dupla.

«Para nós, o direito à saúde de todos é a única estrela polar», disse o secretário de Saúde da Sicília, Ruggero Razza. Situada a cerca de 100 quilômetros em linha reta da Tunísia, Lampedusa é a principal porta de entrada para migrantes e refugiados na Itália.

Desde o início de 2020, o país já recebeu 19.379 deslocados internacionais via Mediterrâneo, segundo o governo. Isso representa um crescimento de 270% em relação ao mesmo período do ano passado.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos