Por vingança contra ex-esposa, homem deixa Husky acorrentado para morrer

Por Metro World News

O cão da raça Husky siberiano chamado Finn não tinha nada a ver com o assunto, mas foi usado como arma de vingança de um marido divorciado contra sua ex-mulher, em Oklahoma, nos Estados Unidos.

Finn ficou amarrado em uma corrente por dois anos, sem abrigo, e comendo apenas restos de comida de vez em quando, chegando a pesar somente 18 quilos.

Ele foi comprado ainda filhote como presente à esposa, mas o casal ficou junto pouco tempo e logo se divorciaram, em um processo pouco amigável. O ódio do ex-marido foi direcionado contra o animal, que foi deixado preso para morrer.

Mas um grupo de resgate de animais abandonados chamado Pet Angels Rescue foi acionado e libertou o cachorro, que estava tão magro que era possível ver os ossos, já tinha pedido boa parte do pelo, estava com parasitas e sarna. O cão quase não conseguia ficar de pé e quando foi levado para o carro do resgate, se enrolou e dormiu profundamente por 2 horas.

Ele foi levado para uma clínica veterinária para receber cuidados e será encaminhado a um abrigo de adoção.

Com informações do The Sun.

Loading...
Revisa el siguiente artículo