logo
/ Reprodução / Reprodução
Social 20/07/2020

Casal com covid-19 é obrigado usar tornozeleira  eletrônica para controlar saídas

O casal Elizabeth e Isaiah Linscott foi colocado em prisão domiciliar e obrigados a usar tornozeleira eletrônica depois que a esposa foi diagnosticada com coronavírus e se recusou a assinar um termo de isolamento social (quarentena), no Kentucky, Estados Unidos.

Elizabeth passou por um teste de covid-19 e foi diagnosticada como positivo dias antes de uma viagem marcada para Michigan, onde iria visitar seus pais. Apesar de ter o vírus, ela não apresentava sintomas.

O Departamento de Saúde da cidade entrou em contato com ela e solicitou que ela assinasse um termo que restringisse sua viagem, mas ela se recusou. Elizabeth disse que o termo restringia seu deslocamento de todas as formas, até de ambulância, sem aviso prévio do Departamento de Saúde. “E se eu tiver que ir ao pronto-socorro, ao hospital?”, questionou.

No dia seguinte, funcionários do departamento de saúde foram em sua casa acompanhados da polícia e agora o casal é obrigado a usar monitores de tornozelo e não podem se deslocar a mais de 60 metros de sua residência.

“Não roubamos uma loja, não roubamos nada, não fizemos nada de errado”, disse ela.

Com informações do The Sun.