logo
Naya Rivera e o filho / ReproduçãoNaya Rivera e o filho  / Reprodução
Foco 10/06/2021

Pai de Naya Rivera relembrou as últimas palavras que trocou a filha e o pressentimento que teve

Atriz morreu em 2020.

O pai da atriz Naya Rivera, George Rivera, revelou a última conversa que teve com a filha antes que ela se afogasse em um lago de Los Angeles na tarde de 8 de julho de 2020. Ela estava com o filho Josey quando tudo aconteceu e a criança se salvou.

“Ela queria ir nadar com Josey no meio do lago. Eu podia ver o vento soprando e meu estômago se contraiu. Eu sempre dizia: ‘Não saia do barco! Não saia do barco! Ele se moverá quando você estiver na água”, contou o pai que está acostumado a velejar em entrevista à People.

Quando soube que o barco não tinha âncora, ele imediatamente pensou que aquela não era uma boa ideia e não nega o mau pressentimento.

Poucas horas depois daquele telefonema, o mau pressentimento de George se tornou realidade. Josey, que na época tinha 4 anos, foi encontrado vestindo um colete salva-vidas, dormindo sozinho a bordo do barco nas águas do Lago Piru.

O corpo da atriz de 33 anos foi descoberto cinco dias depois por mergulhadores de busca e resgate. Legistas informaram que ela se afogou depois de conseguir levar o filho de volta ao barco e salvá-lo.

Em seus depoimentos, o menor também lembrou que pulou na água com a mãe e ela o ajudou a entrar no barco, mas quando ele olhou para trás apenas a viu “desaparecer”.

Confira mais:

“Ainda é muito doloroso quase um ano depois. As coisas estão se acalmando um pouco mais devagar, mas não sei se algum dia chegarei a um encerramento disso. Eu sinto falta dela todos os dias”, desabafou George.