Foco

Bebê de 1 ano está desaparecida após ser levada ao médico pelo pai

Após não ter notícias da filha por mais de 10 dias, a mãe decidiu entrar na Justiça contra o pai da criança.

A pequena Helena desapareceu após ser levada ao médico pelo pai.
A pequena Helena desapareceu após ser levada ao médico pelo pai. (Reprodução / TV Globo)

A pequena Helena Melo do Patrocínio Dias, de 1 ano, está desaparecida há 10 dias desde que supostamente foi levada ao médico pelo pai, André Luiz do Patrocínio Dias, militar da Marinha. Conforme publicado pelo G1, o pai saiu com a filha para ir a uma consulta com o pediatra e nunca mais retornou, deixando a mãe, Fabrícia Melo, sem notícias da menina.

ANÚNCIO

Em declaração à Globo, Fabrícia afirmou não saber mais como lidar com a ausência da filha. “Eu convivo o dia inteiro com a Helena. Eu acordo hoje e não sei o que vou fazer, entende. À noite, é muito difícil, porque a Helena dorme comigo, quer botar a cabeça na minha barriga, sempre aconchegada comigo”.

A mãe explica que a filha apresentava um quadro de bronquiolite e que já estava em tratamento médico, mas o pai insistiu em procurar por outra opinião e levou a menina à um “médico que ele conhecia”.

“”Deixei-a às 9 horas, pedi para devolvê-la às 16h. Nessa hora ele já não me respondia, não atendia mais e bloqueou as ligações”, revela a mãe. Segundo Fabrícia, a descoberta da gravidez da menina aconteceu após o término de seu relacionamento com o pai de Helena. Segundo o pai, a menina está bem e “será entregue para a mãe no momento oportuno”.

Ação judicial

Após o desaparecimento da menina, a mãe decidiu entrar na Justiça contra André. Segundo Joice Silva, advogada responsável pela defesa de Fabrícia, foi solicitado um mandado de busca e apreensão da criança, que foi deferido pelo juiz. “O Ministério Público também foi favorável e hoje existe uma conversa institucional entre nós e a OAB com a Comissão dos Direitos Humanos, uma vez que existe um crime de Direitos Humanos e contra a criança”.

Em pronunciamento, a defesa de André, pai da menina, afirmou que ela passa bem e está com o pai. Segundo o advogado do homem, a mãe da criança a impedia de ter contato com o pai. Ele ainda afirmou que André devolverá a filha no momento oportuno, mas não deu informações sobre o paradeiro dos dois.

Por sua vez, a Marinha emitiu uma nota se colocando à disposição para contribuir com as investigações e disse repudiar qualquer ação que atente contra a vida, a hora e os princípios militares.

ANÚNCIO

Tags


Últimas Notícias