Foco

Dona de hotel é brutalmente assassinada em SP; extintor serviu como arma

Autor das agressões era um hóspede, que atacou primeiro o marido da vítima

Dona de hotel é morta a golpes de extintor de incêndio

Um crime brutal chocou a cidade de Orlândia, no interior de São Paulo. Uma mulher de 64 anos, dona de um hotel, foi assassinada a golpes de extintor de incêndio.

Um dos hóspedes do empreendimento, identificado como Eduardo Teixeira Mendes, de 41 anos, foi o autor do crime. Ele foi preso em flagrante e usou também um vaso durante as agressões.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o suspeito chegou alterado ao hotel na noite da última segunda-feira (6). Armado com um pedaço de madeira, ele teria agredido a princípio o empresário Sebastião Lorente, também de 64 anos e marido de Maria José Antunes, a vítima fatal.

Após a primeira agressão, o suspeito teria pegado um extintor de incêndio e arremessado contra Sebastião. A esposa, então, teria tentado defender o homem, mas levou um chute e caiu no chão. Nesse momento, o agressor teria pegado o extintor e golpeado a mulher na cabeça. Em seguida, teria ainda quebrado um vaso também na cabeça de Maria José.

Funcionários acionaram a PM (Polícia Militar) que, ao chegar ao local, encontrou Eduardo trancado no quarto em que estava hospedado.

Maria José foi encaminhada para o Hospital Beneficente Santo Antônio, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O marido teve ferimentos no ombro, fraturou o braço esquerdo e já recebeu alta hospitalar.

Já Eduardo foi levado para a delegacia de São Joaquim da Barra, onde não explicou o que teria motivado o crime. Ele não possui antecedentes criminais e responderá por homicídio qualificado por motivo fútil e meio cruel, além de lesão corporal.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos