Foco

Mulher de personal flagrada com sem-teto é diagnosticada com transtorno bipolar em ‘fase maníaca psicótica’

Sandra Mara Fernandes, mulher que fez sexo com sem-teto, continua internada e sem prazo para alta.

A esposa do personal trainer que foi flagrada com homem em situação de rua, Sandra Mara Fernandes, 33, apresenta “sinais de transtorno afetivo bipolar em fase maníaca psicótica”, de acordo com laudo médico do Hospital Universitário de Brasília. Informações são do O Globo.

Segundo a advogada do casal, Auricelia Vieira, a moça estava em choque após dar entrada no hospital e recebeu tratamento específico para vítimas de violência sexual, sendo um deles profilaxia para pós-exposição ao HIV. Auricelia não disse se o caso poderá ser usado para reforçar a ideia de que o sem-teto se aproveitou se Sandra.

“Seria leviano a gente antecipar qualquer tese. Nós confiamos no trabalho da polícia. É uma análise multidisciplinar. Nossa atuação é humanizada, graças a Deus. Em torno da violência sexual, há uma órbita de teses que podem ser exploradas, um aspecto por si só não pode tratado como palavras ao vento”, relatou a advogada.

De acordo com o documento, Sandra apresenta alucinações auditivas desde quando deu entrada no hospital, “delírios grandiosos e de temática religiosa”, hipertimia — alteração de humor —, falso reconhecimento e “comportamentos desorganizados e por vezes inadequados”.

Além disso, o diagnóstico apresenta informações de que Sandra possui um comportamento de “gastos excessivos, doação de seus pertences, resistência em se vestir e hiperreligiosidade”. Auricelia informou que o laudo está sendo utilizado para atender parâmetros médicos e jurídicos, pois no documento está baseado o argumento de que Sandra pode ser representada por seu marido à justiça.

Repercussão do caso

Veja mais: Família repudia detalhes sexuais vazados de entrevista de morador de rua de Planaltina

Sandra está internada há quase 20 dias, desde que foi flagrada por seu marido, o personal trainer Eduardo Alves de Sousa, 31, fazendo sexo com Givaldo de Souza, 48, dentro do carro. Ao ver a cena, Eduardo espancou Givaldo e ato foi registrada por câmeras de segurança, tomando grandes proporções em toda a mídia. Isso aconteceu no dia 9 de março, em Planaltina (DF).

Segundo a advogada, a mulher continua internada e sem prazo para alta. Auricelia contou que Sandra ainda necessita de cuidados de saúde física em mental. Apesar de a doença de Sandra ser desconhecida por seu parceiro com quem vive há três anos, os médicos investigam possíveis sinais que poderiam ter sido manifestado antes do relacionamento dos dois, de acordo com Auricelia.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos