Foco

Doria pede plano de emergência para liberar a Marginal Tietê, em São Paulo

Parte da pista local desabou em trecho de obras do Metrô

O governador João Dória se reuniu nesta terça-feira com engenheiros da concessionária responsável pela construção da Linha 6 do Metrô e pediu a elaboração de um plano emergencial  para o trecho que desabou na Marginal Tietê.

O governador determinou rapidez na apuração das causas, mas a prioridade número um, segundo o próprio Doria, é liberar o trânsito na via.

“Vim pessoalmente ao local para dar apoio aos funcionários da obra e moradores dos arredores que presenciaram o acidente. Felizmente, não houve feridos”, afirmou Doria.

Doria solicitou ainda que a Acciona, empresa responsável pela obra, apresente soluções de engenharia para retomar o trecho da Linha 6 do metrô no menor prazo possível.

LEIA TAMBÉM:

DESMORONAMENTO

O trecho da pista local da Marginal Tietê desmoronou na manhã desta terça-feira quando um erro na escavação do túnel do Metrô acessou o leito do rio, inundado o local e provocando o deslizamento da via. Ninguém se feriu.

O trânsito ficou interditado em todas as vias da pista local e central no sentido da Ayrton Sena durante toda a parte da manhã, com riscos de novos desabamentos. A pista central foi liberada no início da tarde, mas a pista local continua fechada para trânsito de carros.

RODÍZIO

Em função dos problemas de trânsito gerados pelo incidente, o Companhia de Engenharia de  Tráfego (CET) de São Paulo optou por suspender o rodízio municipal de veículos nesta terça-feira, no período da tarde/noite.

Assim, carros com placa final 3 e 4 podem circular normalmente nesta terça-feira pelo centro expandido da Capital.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos