Foco

Surto de covid-19 em dois cruzeiros na costa brasileira soma 146 casos

Até início da tarde, havia 146 casos confirmados da doença, entre tripulantes e passageiros

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta quinta-feira, 30, que está monitorando surtos de covid-19 em dois navios cruzeiros. Até as 13h, havia 146 casos confirmados da doença, entre tripulantes e passageiros do MSC Splendida e do Costa Diadema, que estão sob supervisão sanitária da agência.

“Diante do aumento dos números de casos de covid-19 a bordo e a partir da categorização dos navios quanto ao risco sanitário, a Anvisa adotará as medidas previstas nos normativos vigentes, que podem incluir a necessidade de quarentena ou mesmo de suspensão das atividades”, informou a agência, em nota.

O navio Costa Diadema, da Costa Cruzeiros, está atracado em Salvador com 68 casos confirmados de covid em 24 horas - 56 tripulantes e 12 passageiros. Segundo informações de passageiros eles estão sendo impedidos de descer do cruzeiro, que faria o percurso Santos-Salvador-Ilhéus-Santos. A secretaria municipal de Saúde confirmou a informação.

Na nota, a Anvisa informou que “não autorizou a operação da embarcação em Salvador, estando proibido o embarque e desembarque de viajantes até que seja finalizada a investigação em andamento”. De acordo com a agência, 3.836 pessoas estão embarcadas - 1.320 tripulantes e 2.516 passageiros. O próximo destino seria o porto de Ilhéus, no sul da Bahia.

Estevão Seccatto, professor da FIA e colunista do Broadcast, está no navio e foi testado para covid. O resultado deu negativo mas levou sete horas para ser entregue. “Se eu estivesse contaminado, poderia ter transmitido a doença muita gente nesse período.”

LEIA TAMBÉM:

Todos os dias, 10% dos passageiros são testados para a doença. Os contaminados são isolados em cabines separadas, nos andares inferiores do navio.

De acordo com Seccatto, mesmo com a confirmação de contaminação, os protocolos de segurança não vêm sendo seguidos. Há fotos e vídeos de passageiros sem máscaras servindo-se no bufê, em festas e na piscina. Também há funcionários fazendo uso inadequado da proteção, com o nariz totalmente de fora.

A academia e o spa foram fechados. Como resultado, a piscina e outros espaços ficaram totalmente lotados, diz Seccatto. “Estamos totalmente sem informação e sem saber para onde irá o navio”, afirma. “Esperamos para ver como a Costa tratará os passageiros.”

Procurada, a Costa Cruzeiro não respondeu até a publicação desta nota.

O navio MSC Splendida, segundo a Anvisa, atracou no Porto de Santos (SP), na quarta-feira, 29, após relatar novos casos de covid a bordo. Foram identificados, até o momento, 51 tripulantes e 27 passageiros com teste positivo para a doença e ainda 54 contactantes, ou seja, pessoas que tiveram contato com os casos.

“Todas as 132 pessoas, casos positivos e contactantes, foram desembarcadas de acordo com as regras dispostas na Resolução RDC nº 574/2021 da Anvisa e com o plano de operacionalização elaborado pelo município de Santos e pelo Estado de São Paulo, que prevê o transporte dos viajantes em veículos específicos”, informou a agência.

“Após o desembarque, o monitoramento de todos os viajantes deve ser realizado pelos Centros de Informações Estratégicas em Saúde (CIEVs) das localidades de destino.”

De acordo com a Anvisa, novos desembarques ou embarques não estão autorizados e o navio deve permanecer atracado em Santos até o fim da análise dos dados epidemiológicos pelas autoridades de saúde. A embarcação leva cerca de 4 mil pessoas a bordo.

“Com o aumento do número de casos observado entre tripulantes, no dia 28 de novembro de 2021, foi realizada uma fiscalização da embarcação pela Anvisa e pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, por meio de sua unidade descentralizada de Vigilância Epidemiológica, componente da Rede CIEVS-SC e Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária do município de Balneário Camboriú”, relatou a agência.

“Ainda no dia 28 de dezembro de 2021, a empresa foi notificada para que fosse realizada a testagem de 100% da tripulação.”

CDC dos EUA faz alerta para que se evite viagens de cruzeiros

Nos Estados Unidos, as autoridades sanitárias monitoravam nesta quarta-feira, 29, 86 cruzeiros por contaminação por covid-19. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do país emitiu um alerta nesta quinta-feira para que passageiros evitem viagens de cruzeiro, independentemente do status de vacinação. O nível de alerta foi elevado para 4, o mais alto.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos