Foco

Polícia Militar dá dicas de segurança para quem mora em casa e vai viajar no Ano Novo

Comunicar apenas pessoas de extrema confiança, não deixar luzes acesas e cancelar assinaturas de jornais são medidas importantes; saiba mais

Veja cuidados para manter a casa em segurança enquanto se está viajando

O fim de ano exige atenção de quem mora em casa e decide viajar. Com a violência crescente nos grandes centros urbanos, o período de descanso pode ser comprometido pela preocupação com a segurança do patrimônio.

Para aproveitar ao máximo os merecidos dias de folga e dar as boas vindas a 2022, o ideal é se cercar de cuidados antes de colocar o pé na estrada.

Segundo o tenente Maxwel Celestino de Souza, porta-voz da PM (Polícia Militar) de São Paulo, o ideal é avisar alguém de extrema confiança sobre a ausência da família. “Pode ser um parente ou um vizinho antigo. É aconselhável que essa pessoa fique de olho na casa, monitore o imóvel e até mesmo que fique com uma chave reserva. Caso algo esteja errado, pode alertar o dono do imóvel. Importante ressaltar que outras pessoas não devem tomar conhecimento da viagem”, explica.

Além disso, a organização para deixar o lar precisa ser discreta. “Evite colocar malas para fora da garagem. Essa atitude denota que se está saindo, o que não é bom. Toda a movimentação deve ser feita dentro da casa, e a partida deve ser natural”, aponta o tenente.

O PM derruba ainda um mito importante e garante: deixar luzes acesas não ajuda, pelo contrário. “Isso mostra que não há ninguém em casa, já que as pessoas não deixam as luzes acesas o dia inteiro normalmente. O mesmo vale para a TV. Tudo que foge de comportamentos cotidianos deve ser evitado.”

Outra dica valiosa é cancelar momentaneamente a assinatura de jornais e revistas para que as entregas não se acumulem.

Desligar a campainha e, se possível, não deixar objetos de valor, como joias e dinheiro, em casa são outros conselhos importantes. Nem mesmo cofres são recomendados.

Caso haja possibilidade, também é aconselhável instalar câmeras de segurança. As imagens podem, inclusive, ser acompanhadas pelo celular, e hoje há opções em conta no mercado.

Grades nas janelas já são velhas conhecidas e continuam sendo uma boa pedida para dificultar a ação dos criminosos. Para quem tem portão automático, outra medida é deixá-lo travado, com cadeado.

“Os criminosos sempre vão procurar o que é mais fácil, aproveitar uma oportunidade. Por isso, tudo o que facilitar a vida do bandido deve ser evitado”, afirma Souza.

Ação da PM

O Estado de São Paulo conta com o programa Vizinhança Solidária, em que vizinhos criam uma rede colaborativa para cuidar uns dos outros. Moradores que estão saindo de férias podem e devem se apoiar na ação. “Busque se inteirar se sua rua aderiu ao programa e, nesse caso, procure o líder. Trata-se de alguém cadastrado pela PM, de confiança e que, mediante qualquer suspeita, irá acionar o 190″, explica o porta-voz. “Além disso, em posse de informações, a polícia pode prestar mais atenção em determinada casa durante a ronda”, completa.

Souza destaca que, nesta época, a PM realiza ainda a operação Fim de Ano Mais Seguro, em que reforça o policiamento nos bairros de todo o Estado. O efetivo gira em torno de 5.000 agentes por dia nas ruas.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos