Foco

Músico é atacado em bar de São Paulo e diz que agressores eram neonazistas

Polícia Civil investiga o caso e tenta identificar os suspeitos

Músico diz ter sido atacado por grupo neonazista

Um músico de 38 anos foi atacado em frente a um bar onde iria se apresentar com sua banda, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, no último sábado (20). Segundo ele, os agressores pertenciam a um grupo neonazista.

A Polícia Civil investiga o caso e tenta identificar os suspeitos, que fugiram após a ação.

LEIA TAMBÉM:

Dennis Sinned, de 38 anos, que se declara punk, iria tocar com a banda Dennis e o Cão da Meia Noite, que se intitula antifascista.

O rapaz disse que a ação foi rápida. Ele testou o som e foi para a calçada antes de o evento começar. Foi quando o grupo, de aproximadamente 10 pessoas, o abordou com chutes. Todos usavam balaclava, um tipo de gorro em que apenas os olhos ficam visíveis.

Ainda de acordo com o músico, o bar havia sido pichado com uma suástica semanas antes do episódio de violência.

Dennis foi socorrido por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado ao Pronto-Socorro do Hospital da Lapa, onde foi atendido e liberado após tomar pontos na cabeça.

Pelo menos mais dois clientes teriam apanhado. Os agressores não teriam dito nada, apenas deferido os golpes.

O episódio foi inicialmente revelado em reportagem da Ponte Jornalismo nesta semana.

O caso foi registrado como lesão corporal no 14º Distrito Policial.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos