Foco

São Paulo começa a vacinar professores com reforço contra covid-19

Veja lista de postos e documentação necessária

A partir desta terça-feira, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de São Paulo começam a vacinar os professores e profissionais da área da saúde com a dose de reforço contra covid-19.

Inicialmente, serão imunizados os profissionais entre 40 e 59 anos. A partir do dia 22, a terceira dose será estendida para quem tem entre 18 e 39 anos. Ao todo, a cidade de São Paulo espera vacinar 210 mil pessoas.

Os profissionais da educação que forem se vacinar devem  apresentar documento que comprove o vínculo empregatício na rede escolar, além de documento de identificação, comprovante de endereço e comprovante de vacinação (físico ou digital).

Os candidatos à dose de reforço devem ainda ter sido vacinados com a segunda dose há pelo menos seis meses.

A imunização do grupo será feira nas 469 UBS, drive-thrus, AMAS/UBS Integradas e farmácias parcerias (veja lista aqui). Todos serão imunizados com a vacina da Pfizer.

OUTROS GRUPOS

Estão aptos também a receber a dose de reforço da vacina contra covid os trabalhadores da Guarda Metropolitana de São Paulo com mais de 18 anos, os sepultadores do serviço funerário público e privado e os agentes fiscalizadores das subprefeituras com mais de 18 anos.

Todos devem ter completado o esquema vacinal com as duas doses há pelo menos seis meses e apresentarem documentação que comprove seu vínculo empregatício, além da carteirinha de vacinação.

ADOLESCENTES

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, até esta segunda-feira haviam sido vacinados 883.591 adolescentes na faixa entre 12 e 17 anos na cidade de São Paulo com a primeira dose da vacina contra covid-19, o que representa uma cobertura vacinal de 104,7%. Foram aplicadas ainda 222.928 vacinas de segunda dose (26,4%).

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos