Foco

Dinheiro emprestado ficou mais caro, diz pesquisa do Procon-SP

Taxas de empréstimo pessoal subiram em alguns bancos

A taxa média do empréstimo pessoal subiu 0,95% no mês de outubro, de acordo com pesquisa feita pelo Procon-SP.

De acordo com os dados, na média, os bancos pesquisados reajustaram  suas taxas de 6,32% ao mês, em setembro, para 6,38% ao mês, em outubro, um acréscimo de 0,06 pontos percentuais, representando uma variação positiva de 0,95%.

De acordo com a pesquisa, as alterações nas taxas de empréstimos foram promovidas pelo Bradesco e Banco do Brasil. No Bradesco, a taca passou de 7,42% para 7,72%, um acréscimo de 0,30 pontos percentuais, o que representa uma variação positiva de 4,04%. Já o Banco do Brasil passou de 5,73% para 5,81%, 0,08 ponto porcentual, uma variação positiva de 1,40%.

As taxas médias de cheque especial continuam as mesmas desde o mês de fevereiro, em 7,96%.

O levantamento foi feito no início de outubro no Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos