Foco

Chuva forte deixa capital paulista em estado de atenção para alagamentos

Pancadas vieram dos municípios de Mairiporã e Guarulhos e atuaram com maior intensidade nas zonas Norte e Leste

A capital paulista ficou em estado de atenção para alagamentos e queda de árvores por causa da forte chuva registrada desde a tarde desta quinta-feira (14). De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), da Prefeitura de São Paulo, pelo menos oito regiões se enquadraram nesta situação entre 17h43 e 19h20.

De acordo com o órgão, as Zonas Oeste, Norte, Leste, Sudeste e Sul, o Centro, a Marginal Pinheiros e a Marginal Tietê ficaram em estado de atenção para possíveis enchentes. As fortes chuvas vieram dos municípios de Mairiporã e Guarulhos e atuaram com maior intensidade nas zonas Norte e Leste.

Imagens do radar meteorológico do CGE da Prefeitura de São Paulo mostraram que as instabilidades seguiam se espalhando pelos bairros da cidade. No total, foi registrado um volume de 2,5 milímetros de chuva na capital.

Nas próximas horas, a previsão é que sejam registradas pancadas de chuvas fracas e isoladas. A temperatura é de 20ºC e a mínima prevista para a madrugada é de 18ºC.

Nas redes sociais, muitas pessoas fizeram posts mostrando a intensidade da chuva em diversas regiões da capital paulista.

Tendência para os próximos dias

Segundo o CGE, nos próximos dias um sistema de baixa pressão, associado a uma frente fria no oceano, organiza as instabilidades sobre o Estado de São Paulo, provocando chuvas generalizadas, rajadas de vento e declínio das temperaturas.

A sexta-feira (15) ainda começa com sol e temperaturas em elevação no decorrer do dia. As mínimas oscilam em torno dos 18°C e as máximas podem chegar aos 28°C, com a umidade relativa do ar atingindo valores próximos aos 40% nas horas mais quentes. A propagação de um sistema de baixa pressão provoca chuvas na forma de pancadas generalizadas entre a tarde e o decorrer da noite com raios, rajadas de vento e elevado potencial para alagamentos e queda de árvores.

No sábado (16), uma frente fria que avança pelo oceano se junta às instabilidades, o que deixa o tempo fechado e chuvoso. No decorrer do dia ocorrem períodos de melhoria, mas as temperaturas não sobem muito com mínimas em torno dos 17°C e máximas de 25°C.

A continuidade das chuvas mantém elevado o risco para formação de alagamentos e queda de árvores.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos