Foco

Confira 5 passeios que valem a pena perto de SP

Veja dicas de novos lugares para explorar sem ir muito longe de casa.

Recanto do Américo é opção de passeio em Guararema, SP

A primavera chegou e um belo passeio ao ar livre faz toda a diferença para nossa saúde física e mental. Vale lembrar que a pandemia de covid-19 ainda não acabou, mas, com os devidos cuidados sanitários, já podemos nos programar para ter um dia diferente ao lado da família.

O Metro World News selecionou cinco passeios nas proximidades de São Paulo para quem quer explorar novos lugares, sem ir muito longe de casa. Alguns são gratuitos, outros tem valores bem acessíveis. Confira abaixo:

Torre de Miroku, em Ribeirão Pires

Quem busca um passeio bem tranquilo e com bastante contato com a natureza deve visitar a Torre de Miroku, em Ribeirão Pires, no ABC Paulista. O complexo japonês, que conta com uma construção de 32 metros de altura construída ao longo de 12 anos, fica às margens da Represa Billings.

Além da bela torre que chama atenção pelos detalhes, os visitantes podem contemplaruma pequena cachoeira, um lago com carpas e um harmonioso jardim que mistura a beleza da natureza oriental e ocidental, com cerejeiras, ipês e mudas de pau-brasil.

Para ter acesso à Torre de Miroku, o visitante precisa pegar um barco, que faz um trajeto de cerca de 10 minutos. O valor do traslado por pessoa é de R$ 40 e precisa ser agendado com antecedência. Clique aqui para mais informações.

Recanto do Américo, em Guararema

A cidade de Guararema fica a mais ou menos 1 hora da capital paulista e oferece várias atividades gratuitas aos visitantes. Entre os pontos turísticos está o Recanto do Américo, que fica às margens do Rio Paraíba do Sul. O local conta com diversas pontes suspensas sob a água, além de pequenas trilhas para os mais aventureiros.

O Recanto do Américo oferece em toda a sua extensão uma área cravada de recursos naturais, que se interligam em uma praça com todos os equipamentos necessários à sua utilização, como quiosques, bancos, alambrados, decks com vista panorâmica, banheiros e lanchonete.

As pontes que interligam a praça às ilhas foram todas construídas sob especificações de normas canadenses e levam o visitante a diferentes pontos sobre as águas do rio.

O local funciona de segunda a domingo, das 9h às 17h30, com entrada gratuita. Clique aqui para ver mais informações.

Circuito das Águas, em Paranapiacaba

A cidade de Paranapiacaba, na Região Metropolitana da capital, é uma ótima opção de passeio em família. Além de belos cenários que cercam a ferrovia que cruza a cidade, muito buscada por aqueles que vão fazer ensaios fotográficos, o município conta com museus, várias trilhas e cachoeiras.

Os passeios em meio a natureza devem ser sempre acompanhados por monitores especializados. Nesses casos, há valores que são cobrados pelas empresas que oferecem os serviços. Um desses passeios é o Circuito das Águas, que leva a Trilha da Água Fria e a Trilha da Pontinha.

Os interessados podem ir aos sábados, domingos e feriados, mas sempre buscando os serviços especializados de monitores. Mais informações sobre os passeios na cidade podem ser obtidos no site da Prefeitura de Santo André.

Laje da Pedra Grande, em Atibaia

Um dos principais pontos turísticos da cidade de Atibaia, que fica a 60 km da capital paulista, é a Laje da Pedra Grande. O local consiste em formação rochosa localizada a 1400 metros de altura de onde é possível ter uma vista panorâmica da cidade.

O local, bastante procurado pelos praticantes de esporte de aventura, como voo livre, rapel e trekking, tem acesso por trilhas ou de carro. Para subir a pé, o passeio leva cerca de duas horas. Há três trilhas oficiais para chegar lá: Minha Deusa (2.4 km), Mangueira (2.6 km) e Monges (3 km).

Segundo a Prefeitura de Atibaia, devido ao grande números de visitantes, foram criadas regras específicas para garantir a conservação ambiental. A Laje da Pedra Grande fica localizada na Rodovia D. Pedro I, Km 65, entre as cidade de Atibaia e Mairiporã.

Museu e Planetário Municipal, em Campinas

A cidade de Campinas, que fica a 99 km da capital paulista, tem um museu dedicado apenas à ciência. Nele, está o Planetário Municipal, onde os visitantes podem conferir o céu de qualquer parte do mundo, observando mais de 60 constelação e 3 mil estrelas.

Instalado em 1982, no Parque Portugal, o local é gerido em cooperação com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que teve, junto com a Prefeitura Municipal de Campinas, um fundamental papel para sua concretização. Por meio de convênio assinado com aquela universidade, foi fundamentado o Centro de Ciências de Campinas, que posteriormente, por meio da Lei Municipal 7.268, de 18 de novembro de 1991, passou à denominação de Museu Dinâmico de Ciências de Campinas.

As visitas ao museu são gratuitas, mas precisam ser agendadas previamente. O local funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 16h30. Já o Planetário tem sessões de segunda à sexta-feira, às 10h30 e 15h30, e aos domingos, às 16h. Clique aqui para obter mais informações.


Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos