logo
Foco
Vacina contra a covid-19 / Tânia Rêgo/Agência BrasilVacina contra a covid-19 / Tânia Rêgo/Agência Brasil
Foco 11/09/2021

Justiça condena técnica de enfermagem que fingiu aplicar vacina da covid em idoso, em São Paulo

Profissional foi condenada por improbidade administrativa.

Por : Metro World News

A técnica de enfermagem que foi flagrada fingindo aplicar a vacina contra covid-19 em um idoso, em Votuporanga, interior de São Paulo, foi condenada pela Justiça por improbidade administrativa. O caso ocorreu em março deste ano e foi registrado em um vídeo gravado pela própria família do homem.

Na época, diante da denúncia dos familiares, a profissional foi demitida no mesmo dia pela Santa Casa de Votuporanga, onde trabalhava. Já o idoso foi devidamente vacinado no dia seguinte.

Leia também:

De acordo com o Tribunal de Justiça, as penas aplicadas foram de multa correspondente a duas vezes o valor da última remuneração, suspensão dos direitos políticos por três anos, além da proibição de contratar ou receber incentivos do Poder Público por igual período.

A técnica de enfermagem alegou à Justiça que estava nervosa durante a aplicação por ter sido ameaçada por um casal. Isso a teria levado a despejar o líquido acidentalmente para fora da seringa.

No entanto, o juiz Reinaldo Moura de Souza, da 1ª Vara Cível de Votuporanga, afirmou que mesmo sem ter provocado danos ao patrimônio, a conduta da técnica de enfermagem configura improbidade por desrespeitar os princípios da administração pública e ultrapassar “inabilidade, despreparo ou incompetência”.

“Não há dúvida de que a ausência do produto poderia ter causado prejuízo à saúde do idoso, que deixaria de ser imunizado”, frisou. “Este tipo de conduta é desprezível, censurável e jamais pode ser aceita pelo cidadão pagador de impostos, tampouco pode ser tolerada pela administração pública”, destacou o magistrado na decisão.

Ainda segundo o Tribunal de Justiça, cabe recurso da sentença.