logo
Foco
/ SÃO PAULO, SP - 28.07.2021: FRENTE FRIA E POPULAÇÃO DE RUA - Frente fria chega em São Paulo, prefeitura e ONGs fazem ação de acolhimento à população em situação de rua no centro de São Paulo. Com a previsão de mais uma frente fria que, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), deve provocar novos recordes de baixa temperatura na cidade a partir da próxima quarta-feira (28), o prefeito Ricardo Nunes determinou a criação de uma força-tarefa para reforçar o acolhimento que já vem sendo feito à população em situação de rua. (Foto: Isabella Finholdt /Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 2099585 / SÃO PAULO, SP - 28.07.2021: FRENTE FRIA E POPULAÇÃO DE RUA - Frente fria chega em São Paulo, prefeitura e ONGs fazem ação de acolhimento à população em situação de rua no centro de São Paulo. Com a previsão de mais uma frente fria que, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), deve provocar novos recordes de baixa temperatura na cidade a partir da próxima quarta-feira (28), o prefeito Ricardo Nunes determinou a criação de uma força-tarefa para reforçar o acolhimento que já vem sendo feito à população em situação de rua. (Foto: Isabella Finholdt /Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 2099585
Foco 30/07/2021

SP pode ter o dia mais frio em 27 anos nesta sexta

Por : André Vieira - Metro

Se os últimos dias já foram congelantes, prepare-se, pois a onda de frio que está varrendo o estado de São Paulo e boa parte do país poderá alcançar o seu auge nesta sexta-feira na capital e nos trazer o dia mais gelado dos últimos 27 anos. 

A previsão é de que os termômetros marquem até 2ºC, mas nem será preciso descer tanto assim para batermos recordes. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), se a temperatura for menor do que 3,5ºC, a capital já terá o dia mais gelado desde 10 de julho de 1994, quando fez 0,8ºC.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Com 5,3ºC, São Paulo já registrou ontem o dia mais frio dos últimos cinco anos, perdendo só para 13 de junho de 2016, que marcou os 3,5º que podem ser batidos hoje. Na Serra da Mantiqueira, divisa com Minas Gerais, os termômetros ficarão abaixo de zero e podem chegar a -4ºC.

A prefeitura e o governo do estado intensificaram as ações de acolhimento aos moradores de rua, com a ampliação de vagas nos abrigos e a montagem de estruturas emergenciais. Ainda assim, ao menos dois homens teriam morrido de frio na madrugada de ontem, um no centro e outro na zona leste. 

O município está concentrando o atendimento em tendas para distribuição de roupas e alimentos enquanto que o estado está abrindo a estação Pedro 2º do metrô para o pernoite de moradores de rua. Na noite de quarta-feira, 50 pessoas dormiram por lá.

A intensa onda de frio é resultado de uma frente fria acompanhada de massa de ar polar, que já está se despedindo, mas ainda deve provocar geadas até sábado. As temperaturas mínimas começam a subir no fim de semana, mas não vão passar dos 10ºC na capital. A máxima, que hoje será de 12ºC, também sobe e pode chegar aos 20ºC.  

Neve em quase 40 munícipios 

Uma imagem incomum no país, mesmo nos invernos mais rigorosos, se multiplicou ontem na região Sul. A neve tingiu de branco e cobriu a paisagem de 25 cidades de Santa Catarina e outras 13 do Rio Grande do Sul. Moradores e turistas foram às ruas brincar e tirar fotos. Houve até quem conseguisse fazer pequenos bonecos de neve e guerra de bolinhas. Bom Jardim da Serra (SC), com -8,6ºC, teve a menor temperatura do país no ano.