logo
Foco
Foco 28/07/2021

Ted Lasso chega na hora de reabilitar o otimismo

A indicação de Ted Lasso ao Emmy de melhor série cômica é a oportunidade de levar a um público maior essa que é uma das melhores novidades da TV americana, atualmente em sua segunda temporada, exibida pela Apple TV+ no Brasil. A história do personagem-título, um americano que trocou o futebol americano amador no seu país para ser técnico na Premier League britânica, usa a dinâmica do peixe fora d’água para recuperar os valores do otimismo.

Quando Ted Lasso (Jason Sudeikis) desembarca em Londres, pronto para comandar um time de futebol sem sequer saber que o jogo tem dois tempos, é fácil tomá-lo por idiota. Mas é justamente se aproveitando dessa arrogância coletiva que o técnico americano rende não apenas todo o AFC Richmond, entre jogadores e executivos, como também a legião de espectadores que a série conquistou no último ano. O jeito Lasso de ser está longe de ser uma tolice.

Desde o primeiro episódio, a série dá pistas de que há mais por trás da figura de Ted Lasso do que seu espírito Poliana. O esporte acaba sendo apenas o plano de fundo do que está em tela. Claro, a comédia tem muito cuidado para agradar os aficionados por futebol, mas em essência trata de pessoas tentando ser as melhores versões delas mesmas – por vezes, e por sorte, elas podem contar com um time inteiro para ajudá-las a chegar lá.

FRASE DA SEMANA

“Muito da Parte 2 mostra um mundo em que o Esqueleto tem a força – e aí temos que nos perguntar por que Adam é especial” 

O dublador Chris Wood fala sobre a vindoura parte dois da série de He-Man na Netflix 

NERDÔMETRO

Sobe: Pokémon – A série de Pikachu e companhia vai ganhar uma versão em live-action pela Netflix, com visual que deve lembrar o filme Detetive Pikachu

Desce: Disney Plus – Às vésperas de estrear o streaming Star+ no Brasil, a companhia foi impedida por uma liminar movida pela Starz Entertainment, dona da Starzplay, porque os nomes seriam similares demais