logo
/ Pedro Ventura/ Agência Brasília / Pedro Ventura/ Agência Brasília
Foco 21/07/2021

Governo de SP anuncia Vale Gás e auxílio para famílias que perderam provedores por causa da covid-19

Pagamentos já começaram a ser efetuados nesta quarta-feira (21)

Por : Metro World News

O Governo de São Paulo anunciou duas medidas sociais por meio do programa Bolsa do Povo para ajudar famílias carentes. O primeiro é o Vale Gás, com auxílio de R$100, e o segundo é o SP Acolhe, que ajudará as famílias com R$ 300. Os pagamentos já começam a ser efetuados nesta quarta-feira (21).

O Vale Gás vai pagar três parcelas de R$ 100 entre os meses de julho e dezembro deste ano para compra de botijões de gás de cozinha (GLP 13kg) para mais de 104 mil famílias em situação de vulnerabilidade social que vivem em comunidades e favelas.

Leia também:

Já o programa SP Acolhe beneficia mais de 15 mil famílias paulistas inscritas no CadÚnico que tenham perdido pelo menos um membro para a covid-19, totalizando investimento de R$ 27, 5 milhões. O benefício de R$ 1.800 será pago em seis parcelas mensais no valor de R$ 300, entre os meses de julho e dezembro.

Durante coletiva de imprensa, o vice-governador Rodrigo Garcia explicou que o investimento para os auxílios somam mais de R$ 58 milhões. “A partir de hoje, os beneficiários já credenciados no sistema poderão sacar a primeira parcela desses benefícios do Bolsa do Povo, que é o maior programa social da história do Estado de São Paulo”, afirmou.

O Bolsa do Povo é operacionalizado pela Prodesp. Além de unificar programas estaduais de transferência de renda, simplifica o compartilhamento de informações e o repasse dos valores correspondentes a cada beneficiário.

Para acessar o valor, o beneficiário precisa acessar o site do programa Bolsa do Povo para obter o protocolo e senha individual e realizar o saque único nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil ou 24h.

Vale Gás

Vai receber o auxílio de três parcelas para a compra de gás de cozinha famílias cadastradas no CadÚnico, com renda mensal per capita de até R$ 178, priorizando famílias na extrema pobreza, isto é, com renda mensal de até R$ 89 por pessoa, que não recebem o Bolsa Família e residem em comunidades e favelas, os chamados aglomerados subnormais, de acordo com definição do IBGE.

Informações detalhadas podem ser obtidas no site oficial do programa Vale Gás. Após o acesso, o interessado deve digitar o número do do NIS (Número de Inscrição Social) para ter acesso às informações.

Após o preenchimento do cadastro, o beneficiário vai receber uma mensagem indicando se a família é ou não elegível para o programa.

SP Acolhe

O público-alvo do SP Acolhe são famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até três salários mínimos que tenham perdido pelo menos um familiar vítima de covid-19, podendo ser pai, mãe, avô, avó, filho ou filha, desde que o óbito tenha ocorrido dentro do núcleo familiar.

O programa considera todas as estruturas familiares, exceto a unifamiliar (uma única pessoa), com filhos de todas as idades. Foram considerados os dados atualizados no CadÚnico até 19 de fevereiro de 2021 e os óbitos registrados no Sistema de Vigilância Epidemiológica (SIVEP-Gripe), da Secretaria de Estado da Saúde, até 21 de junho de 2021.

Canais de atendimento

Para saber se é elegível aos auxílios, o cidadão deve acessar o site oficial do programa Bolsa do Povo e usar o número Número de Identificação Social. As dúvidas também podem ser esclarecidas pela Central de Atendimento Bolsa do Povo: 0800 7979 800.