logo
/ Divulgação / Divulgação
Foco 10/07/2021

Cidade de SP pode ter população acima de 18 anos com 1a dose até início de agosto

O secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou hoje que a expectativa é ter até o início de agosto toda a população acima de 18 anos com a primeira dose da vacina aplicada. Em entrevista ao canal CNN, Aparecido afirmou que não há falta de insumos nem de imunizantes e que se a secretaria continuar recebendo a quantidade regular de doses do governo, de 150 mil por dia, será possível manter esse cronograma. “Até o início de agosto teremos toda a população elegível com a primeira dose aplicada, e até final de novembro e início de dezembro toda essa população (acima de 18 anos) vacinada com as duas doses na cidade de São Paulo”.

Quanto à possibilidade de antecipar o calendário da segunda dose na cidade, se esta for a decisão do governo estadual, o secretário afirmou ser favorável. “Já seria um fator de bloqueio avançarmos para que pelo menos uma dose da vacina seja aplicada em toda a população o mais rápido possível”, frisou.

LEIA TAMBÉM: Mega-Sena acumulada deve pagar hoje prêmio de R$ 40 milhões

Aparecido completou que o ritmo da vacinação “pelo menos por enquanto” derrubou a eventualidade de uma terceira onda de contaminação por covid-19, hipótese para a qual afirmou que a secretaria de saúde municipal estaria preparada. “A vacinação tem sido determinante para derrubar a eventualidade de uma terceira. Mas estamos atentos também à nova variante, delta”, disse o secretário.

Em relação à vacinação de crianças até doze anos, Aparecido disse que acompanha conversas com o ministério da Saúde e a Anvisa, e que quando for possível iniciar o calendário para essa população dará prioridade a comorbidades, universo de cerca de 250 mil crianças.