Foco

Desabamento de prédio em Miami: número de morto sobe para 11

As equipes de resgate da Flórida retiraram nesta segunda-feira mais um corpo dos escombros do prédio que desabou em Surfside, em Miami, na madrugada da última quinta-feira. Já são 11 mortos e 150 pessoas continuam desaparecidas.

As equipes de resgate continuam procurando possíveis sobreviventes nos escombros usando cães farejadores, guindastes e escâneres de infravermelho. Bombeiros acreditam que o concreto possa ter formado bolsões de ar e há possibilidade de que alguém tenha sobrevivido nestes locais.

As causas do desabamento de toda lateral do prédio, conhecido como  Champlain Towers South, continua sob investigação.

No último sábado, o jornal The New York Times publicou uma matéria apontando que o prédio havia sido periciado por um engenheiro civil, em 2018, que havia apontado em seu relatório problemas na estrutura do edifício.

Segundo o laudo do engenheiro Frank Morabitom havia rachaduras nas colunas, vigas e paredes do estacionamento, que fica embaixo do prédio que necessitavam de reparos urgentes. O engenheiro apontou ainda, na época, que se a impermeabilização do prédio não fosse rapidamente refeita, haveria uma “deterioração exponencial” do concreto das colunas.

A administradora disse que as obras apontadas em 2018 estavam programadas para serem executadas neste ano, 3 anos depois do laudo do perito.

LEIA TAMBÉM:

  1. Inverno se apresenta e derruba as temperaturas
  2. Tem Mega-Sena nesta terça-feira com prêmio de R$ 20 milhões
  3. Avanço da variante Delta, a indiana, leva a novas restrições em todo o mundo

COMO FOI O ACIDENTE EM MIAMI

Moradores da região de Surfside,  na Flórida, foram acordados por volta da 1h da última quinta-feira com estouros semelhantes a trovões que duraram pelo menos 30 segundos. Muitos foram checar nas sacadas e janelas e ficaram espantados com a nuvem de poeira que subiu e também ao notarem que toda parte de trás do prédio havia desabado.

O prédio foi construído em 1981 faz parte de um condomínio com três torres localizadas na Baía de Biscayne e, segundo autoridades locais, passava por um processo de avaliação e necessitava de reformas.

O prefeito de Surfside, Charles Burkett, disse que a parte de trás do prédio, onde ficam as varandas voltadas para praia, caiu com um efeito cascata, com um andar desabando sobre o outro, derrubando pelo menos um terço do prédio. “É difícil imaginar como isso pode ter acontecido”, disse o prefeito. “Prédios não caem simplesmente.”

Os vídeos postados por moradores nas redes sociais mostram o momento tenso quando os bombeiros começam as buscas nos escombros do prédio. Veja:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos