Foco

Polícia confirma morte de Lázaro após captura em Goiás

Buscas pelo criminoso duraram 20 dias e mobilizaram 270 agentes

Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto nesta segunda-feira (dia 28) após ser capturado em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF (Distrito Federal), confirmou a polícia local. Ele estava fugindo há 20 dias.

Mais cedo, o governador Ronaldo Caiado uso sua conta no Twitter para informar que o criminoso – conhecido como serial killer do DF – havia sido preso.

O fugitivo era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também era acusado pela morte de quatro pessoas de uma família no DF, por fazer diversos reféns, roubar e balear policiais.

A operação para encontrá-lo mobilizou nada menos do que 270 policiais. Drones, helicópteros, rádios comunicadores, um caminhão com uma plataforma de observação elevada de videomonitoramento e cães farejadores ajudaram na ação.

Desde o início do mês, Lázaro aterrorizava as zonas rurais da região invadindo chácaras. Ele chegou a deixar uma mulher e um caseiro reféns por três horas: “Ele fez ela fazer almoço, assistiu ao jornal na TV, comentou sobre o assassinato de depois fugiu”, contou a PM, a partir das informações repassadas pelas vítimas.

Lázaro Barbosa era natural de Barra do Mendes, no interior da Bahia, onde cometeu ao menos dois homicídios e possuía um mandado de prisão por conta do homicídio qualificado, além de outros dois por roubo qualificado.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos