logo
 /
Foco 10/06/2021

Anvisa autoriza testes da vacina brasileira ButanVac em humanos

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou ontem o início dos testes em humanos da vacina ButanVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. É o primeiro imunizante completamente nacional nesta etapa de estudos.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

A pesquisa clínica de fase 1 e 2 da ButanVac está dividida em três etapas – A, B e C. Neste momento, está autorizada a etapa A do estudo que vai envolver 400 voluntários. Ao todo, a fase clínica 1 e 2 tem previsão de 6 mil voluntários com 18 anos ou mais.

A vacina será aplicada com duas doses em um intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda. O estudo deve ser realizado no Hospital das Clínicas  da USP e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

De acordo com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o Butantan já tem 7 milhões de doses prontas. Antes de iniciar a vacinação dos voluntários, o instituto ainda apresentará à Anvisa algumas informações complementares sobre testes em andamento.