logo
/ Pedro Guerreiro / Ag. Pará / Fotos Públicas /  Pedro Guerreiro / Ag. Pará / Fotos Públicas
Foco 05/06/2021

Estado de São Paulo registra 3,35 milhões de casos e 114,1 mil mortes por covid-19

Taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 81,8% e na Grande São Paulo é de 79,8%

Por : Metro World News

O Estado de São Paulo registrou neste sábado (dia 5) 3.355.201 casos e 114.192 mortes por covid-19 durante toda a pandemia. Nas últimas 24 horas foram 16.939 novas ocorrências e 718 novos óbitos.

Entre o total de casos, 2.998.432 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 351.278 foram internados e receberam alta hospitalar.

Leia também:

Mega-Sena pode pagar R$ 7,2 milhões neste sábado

VÍDEO: cadela protege corpo de cão atropelado no Espírito Santo

Hoje há 24.165 pacientes internados no Estado, sendo 10.993 em UTIs (unidades de terapia intensiva) e 13.172 em enfermaria.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 81,8% e na Grande São Paulo é de 79,8%.

Calendário de vacinação

O governo anunciou nesta semana que a população com mais de 18 anos do Estado de São Paulo estará imunizada contra covid-19 até 31 de outubro. O prazo determinado anteriormente era 31 de dezembro.

De acordo com a coordenadora do programa estadual de imunização, Regiane de Paula, a previsão é feita com base na projeção de entregas de vacina ao estado pelo PNI (Programa Nacional de Imunização), do Ministério da Saúde.

Menores de 18 anos não entraram na projeção do calendário de vacinação deste ano porque as vacinas que foram aprovadas em território nacional estão autorizadas somente para pessoas acima dessa faixa etária.

Grávidas

Mulheres grávidas a partir de 18 anos, independentemente de comorbidades, começam a ser vacinas contra a covid-19 a partir da próxima quarta-feira (dia 9) no Estado.

Nas cidades de São Paulo, Campinas e São Bernardo do Campo, a vacinação das gestantes começa já a partir desta segunda-feira (dia 7). Esse grupo vai necessitar de uma indicação médica para apresentar ao posto na hora da imunização.

A partir de segunda também começam a ser vacinadas na Capital lactentes com comorbidades e com bebê de até um ano de vida.