logo
/ Marcello Casal Jr./Agência Brasil / Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Foco 04/06/2021

Tecnologia na saúde: chatbots otimizam atendimento durante a pandemia

Soluções têm sido usadas para agendar consultas e exames

Por : Metro World News

A pandemia acelerou os processos de transformação digital em diversos campos, inclusive na saúde. Clínicas e hospitais têm apostado nos chamados chatbots para diminuir o tempo de espera no atendimento ao paciente e gerar economia aos negócios.

Mas afinal, o que são chatbots? Tratam-se de robôs que simulam conversas virtuais de maneira humanizada. São usados para agendar consultas e exames. Além disso, podem auxiliar a sanar dúvidas de pacientes e serem usados como ferramentas de cuidado e monitoramento.

Leia também:

Veja vagas de emprego, estágio e trainee para fechar a semana

25ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo terá formato virtual

O Grupo Opty, por exemplo, especializado na área de oftalmologia, garante ter elevado o índice de elogios registrados por pacientes após a adesão ao software Nexus, desenvolvido pela Nexcore Tecnologia. Por meio da solução, é possível que o paciente escolha por qual canal deseja ser atendido – telefone, chat, site ou WhatApp – e o sistema faz o gerenciamento.

Outra companhia a adotar os bots para atendimento foi a clínica CETAC Diagnóstico. Nesse caso, o foco foi em um atendimento personalizado via WhatsApp. O paciente consegue mandar imagens e áudios, como o encaminhamento médico e explicações que tornam mais preciso o agendamento do exame e as orientações de preparação para o procedimento.

Segundo a Nexcore, 60% a 70% do atendimento das empresas é capaz de ser resolvido pelo software, que indica menus ou opções de como seguir em frente. A ferramenta amplia o número de clientes atendidos, principalmente quando se trata de liberações de horários que já estavam destinados e agendamentos de exames ou consultas.

Tecnologias como essa, ainda de acordo com a empresa, permitem que as equipes desempenhem atividades mais estratégicas, já que os chatbots esclarecem dúvidas e diminuem as visitas dos pacientes aos locais de atendimento.