logo
/ EPA
Foco 04/06/2021

Psiu! Lembra da 2a dose? Postos te esperam neste sábado

Por : Vanessa Selicani - Metro

Ao menos 440 mil pessoas estão em atraso para tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19 no estado de São Paulo. E é especialmente para esses “quase imunizados” que os postos de vacinação abrem amanhã. Serão 5.000 pontos, disponíveis das 7h às 18h.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

As autoridades de saúde lembram que é essencial tomar as duas doses da vacina, respeitando os intervalos recomendados entre uma e outra, para obter a proteção necessária. O tempo é de 21 a 28 dias para a CoronaVac, do Instituto Butantan, e de 12 semanas ou 84 dias para as vacinas da Oxford/AstraZeneca/Fiocruz e da Pfizer.

A recomendação da Sbim (Sociedade Brasileira de Imunização) é que, independentemente do tempo em atraso, a pessoa vá ao posto tomar a segunda dose. “Para garantia da eficácia esperada e documentada nos estudos, as vacinas devem ser aplicadas de acordo os intervalos estipulados para cada uma, mas não é preciso recomeçar o esquema em caso de atraso. Basta tomar a dose que falta”, diz o órgão.

A eficácia geral das vacinas, ou seja, a redução na chance de desenvolver a covid-19, é de 50,4% para CoronaVac, 70% com a AstraZeneca e 95% na Pfizer. Mas, para isso, é preciso tomar as duas doses. De acordo com a Sbim, a estimativa é de que o organismo demore ainda mais duas semanas após a aplicação para atingir a imunização.

Os motivos que levam o público a não voltar no prazo correto para a aplicação ainda são pesquisados. Mas o calendário conjunto com a vacinação da gripe e a necessidade de adiar a aplicação se houver sintomas ou mesmo a infecção por covid-19 podem ter interferido no planejamento das pessoas. 

No município de São Paulo, a prefeitura lista entre os motivos a mudança de endereço, espera por um acompanhante para comparecer ao local de vacinação (comum no caso dos idosos), imprevisto no dia marcado para o retorno e até mesmo um esquecimento.

A aposentada Antônia Dedubiani Soler, 81 anos, precisou adiar a segunda dose após ser contaminada com a doença no intervalo entre as aplicações. Ela conta que não teve sintomas graves, mas foi instruída a aguardar para voltar a ser imunizada. “O problema é que estou com muita dificuldade de andar e vou tentar receber a vacina em casa. Se não, não sei como vou sair para ir ao posto.”

A recomendação para quem está com covid-19 é adiar a aplicação por pelo menos 28 dias após receber alta. Pessoas com sintomas gripais também não devem ir aos postos e a recomendação é fazer o exame para descartar o coronavírus. 

Para quem tomou qualquer outra vacina, é preciso aguardar até duas semanas até receber a da covid-19. Se você tiver de optar, o Ministério da Saúde pede que se priorize a que protege contra o coronavírus.

Como acho um posto?

Os endereços estão disponíveis em portal.vacinaja.sp.gov.br. Para quem mora na cidade de São Paulo, outra opção é o www.prefeitura.sp.gov.br. Desde o mês passado, o Google auxilia na procura pelo maps. Será possível amanhã tomar também a primeira dose da covid-19 e a vacina da gripe, para quem está no calendário oficial.