logo
/ André Porto/ Metro / André Porto/ Metro
Foco 04/06/2021

Preço de imóveis avança em maio e acumula alta de 4,36% em um ano

O preço médio de venda de imóveis residenciais no Brasil avançou 0,48% em março, de acordo com o Índice Fipezap, que monitora os valores em 50 cidades pelo país, incluindo 16  capitais.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Com o acréscimo, o acumulado em 2021 chegou a 1,59%. Nos últimos 12 meses, o aumento nominal já atingiu 4,36%. A porcentagem está abaixo dos 7,90% da inflação apurados pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

“Vale notar que todas as 16 capitais monitoradas pelo índice registraram alta no preço médio em 12 meses, com destaque para os comportamentos registrados em: Maceió (+14,02%), Manaus (+11,60%), Vitória (+11,44%), Curitiba (+10,03%), Brasília (+9,55%), João Pessoa (+8,89%), Florianópolis (+8,62%) e Goiânia (+8,01%)”, afirma trecho da nota do índice.

De acordo com o levantamento, Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Brasília (DF), Florianópolis (SC) e Vitória (ES) são as capitais com o preço médio do metro quadrado mais alto.