logo
 /
Foco 01/06/2021

Bolsonaro minimiza manifestações

O presidente Jair Bolsonaro ironizou ontem as manifestações de sábado, que pediram seu impeachment e mais vacinas para enfrentar a pandemia de covid-19. 

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

“Sabe por que teve pouca gente nessa manifestação da esquerda neste fim de semana? Porque a Polícia Federal e a  Polícia Rodoviária Federal estão apreendendo muita maconha pelo Brasil. Faltou erva para o movimento”, afirmou a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, sua residência oficial em Brasília.

No fim de semana, foram registrados atos em todas as capitais do país. A maioria dos participantes usavam máscaras de proteção, mas houve focos de aglomeração – atitude que aumenta os riscos de contágio da doença.

Flávio no Patriota

O filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro, anunciou ontem sua filiação ao nanico Patriota. A ação indica uma possível ida de Jair para o mesmo partido – o político deixou o PSL em 2019 e está sem sigla desde então.

No anúncio de migração, Flávio posou com sua ficha de filiação, expondo dados pessoais como CPF, endereço e número do celular.