Foco

Procon-SP notifica Azul, Gol e Latam para explicarem diferenças em preços de passagens

As empresas aéreas Azul, Gol  e Latam foram notificadas nesta segunda-feira pelo Procon-SP e terão explicar a política de preços adotada pelas companhias na venda de passagens aéreas.

A notificação ocorreu depois que o Procon recebeu uma representação do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas, colegiado que reúne 20 prefeitos da região, denunciando preços diferenciados nos aeroportos de São Paulo e Campinas.

De acordo com o colegiado, uma passagem para quem viaja pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, é mais cara do que o mesmo trecho pelo Aeroporto de Guarulhos ou o de Congonhas.

LEIA TAMBÉM:

VÍDEO: homem tenta empurrar mulheres nos trilhos da Estação Sé

Empresa é condenada após fazer ‘paredão’ para demitir funcionária; entenda como tudo aconteceu

Imagens mostram destruição da erupção do vulcão Nyiragongo; mais de 30 mortos já foram encontrados

O Conselho exemplificou mostrando o caso de uma passagem da empresa Azul saindo de Viracopos com destino a Brasília (ida 21 de junho e volta 24 de junho). Ela custava R$ 1.076,12. O mesmo trecho, com a mesma data, mas saindo de Congonhas, custava R$ 825,23.

Outro exemplo apresentado era no trecho Campinas-Porto Alegre e São Paulo-Porto Alegre, ambas na mesma data, pela mesma viação. Em Viracopos, a empresa cobrava R$ 1.292,44 e em Congonhas, R$ 847,55.

As empresas têm 72h para prestar informações detalhadas sobre valores e destinos dos voos vinculados a cada um dos aeroportos da região e justificar a cobrança diferenciada de passagens.

“Dependendo da análise do material apresentado elas poderão ser convocadas para uma audiência junto a fundação, caso seja constatada prática abusiva, poderão ser multadas em até R$ 10 milhões” afirma o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos